13º salário do Bolsa Família está CONFIRMADO? Veja como funcionará o bônus extra

Atendendo mais de 20 milhões de famílias em todo o Brasil, o programa Bolsa Família libera o mínimo de R$ 600 para seus beneficiários todos os meses. No entanto, em alguns locais do país, o pagamento pode contar com uma parcela extra de 13º durante o final do ano.

13º salário do Bolsa Família está CONFIRMADO? Veja como funcionará o bônus extra
13º salário do Bolsa Família está CONFIRMADO? Veja como funcionará o bônus extra. (Imagem: FDR)

Em 2019, o pagamento foi realizado para todos os beneficiários do país. Porém, com o relançamento do programa, o Governo Federal confirmou que a liberação de recursos para todas as famílias foi suspensa. Com isso, nem todos os beneficiários serão atendidos pelo pagamento do 13º.

Como funciona o pagamento do 13º do Bolsa Família?

O benefício só será pago em locais que o governo estadual instituiu o pagamento do abono natalino. É o caso do estado de Pernambuco. No local, o pagamento é realizado pelo governo estadual. Já nas demais regiões do Brasil, não existe previsão de liberação do 13º salário.

No entanto, no mês de dezembro, alguns beneficiários receberão um pagamento extra. A medida acontece por conta da nova liberação do Auxílio Gás, que está programada para o último mês deste ano.

O benefício é pago de forma bimestral e foi liberado pela última vez em outubro. Dessa forma, um novo pagamento deverá acontecer em dezembro. O valor que será pago ainda não foi definido. No entanto, ele corresponderá a média do preço de um botijão de gás de cozinha de 13 kgs. Em outubro, o benefício foi fixado em R$ 106.

Os recursos são depositados na poupança social do Caixa Tem, que permite a realização de transferências bancárias, pagamentos de contas e até mesmo o saque sem a necessidade de cartão ou documento. Já o calendário de liberação seguirá a mesma ordem do Bolsa Família, que é estabelecido de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Confira mais informações sobre o pagamento do programa de transferência de renda neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.