Governo lança proposta de estímulo à educação pagando R$ 138 MIL para os participantes

O Governo Federal lança proposta de estímulo à educação e tecnologia. O “Hackathon Web3: Tokenização do Tesouro Nacional” abre inscrições para a criação de soluções blockchain. O evento, com R$ 138 mil em prêmios, está aberto a todos e visa abordar desafios do Tesouro Nacional.

Governo lança proposta de estímulo à educação pagando R$ 138 MIL para os participantes
Governo lança proposta de estímulo à educação pagando R$ 138 MIL para os participantes. (Imagem: FDR)

As inscrições para a nova proposta de estímulo à educação disponíveis estão no site oficial até 16 de novembro. Durante esse período, workshops de conteúdo e programação ajudaram a educar sobre a Web3 e discutir soluções para questões da administração pública federal.

O lançamento do “Hackathon”, nova proposta de estímulo à educação do Governo Federal, está previsto para lançamento de 17 de novembro a 11 de dezembro, desafiando os participantes a desenvolverem soluções criativas. As equipes, com inscrições individuais, podem variar de duas a dez pessoas.

O “Hackathon Web3: Tokenização do Tesouro Nacional” é acessível a todos, buscando solucionar desafios reais. Espera-se uma diversidade de participantes, incluindo programadores, advogados, engenheiros e especialistas financeiros.

Desafios da proposta de estímulo à educação

As equipes podem apresentar soluções para um ou mais dos cinco desafios descritos abaixo. O detalhamento de cada um deles pode ser conferido no edital do evento.

É importante mencionar que, esta não é a primeira iniciativa do tipo. Entre os dias 16 e 19 de agosto, a versão presencial do evento Ethereum Argentina ocorreu em Buenos Aires. O evento incluiu a realização de um ‘buildathon’, com diferentes áreas para propositura de soluções. 

Na ocasião, os brasileiros do time “The Shelf” foram premiados nas três categorias das quais participaram. O The Shelf concorreu com outras 77 equipes e conquistou prêmios nas categorias “NFT e Metaverso”, “Governança em Aave” e “Integração com Lens”

O time foi composto por Daniela Zschaber, Estevão Rizzo, João Ferreira, Lauro Gripa e Victor Cioffi, e foi o único do evento a conquistar três prêmios no buildathon. O projeto foi inspirado na RMRK, um um padrão de NFTs que nasceu dentro da Kusama, uma rede pública que atua como ambiente de pré-produção da Polkadot

Esse padrão, acrescenta, permite que os NFTs sejam mais personalizáveis. O padrão mencionado por Gripa foi gradualmente movido para o ecossistema Ethereum, até se tornar o Ethereum Request for Comment 6220, ou ERC-6220.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.