Teto do CONSIGNADO do INSS passa por mudanças após avaliação dos bancos

Concedido a beneficiários e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o empréstimo consignado possui diversas vantagens em comparação com as outras modalidades de empréstimo que são oferecidas pelo mercado. Nesta semana, uma proposta foi realizada por alguns bancos do país para mudar a forma como o crédito é concedido.

Teto do CONSIGNADO do INSS passa por mudanças após avaliação dos bancos
Teto do CONSIGNADO do INSS passa por mudanças após avaliação dos bancos. (Imagem: FDR)

Após uma avaliação realizada por diversas instituições financeiras, os bancos deverão propor que uma nova metodologia de cálculo seja realizada durante a concessão do empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS.

O pedido acontece por causa da preocupação das instituições financeiras com relação a uma medida anunciada recentemente pelo Ministério da Previdência Social e que deverá reduzir o teto da taxa de juros do consignado de forma proporcional à variação da Selic.

Como funcionam os juros do consignado do INSS atualmente?

Desde setembro, a taxa de juros da modalidade de empréstimos foi reduzida de 1,97% para 1,91% ao mês, o que representa o menor índice do mercado.

A medida só é possível por conta das garantias oferecidas pelo consignado, tendo em vista que o valor é descontado diretamente da folha de pagamento do beneficiário. Dessa forma, a operação apresenta baixo risco para os bancos que concedem o crédito.

Além disso, outras vantagens são oferecidas ao aposentado ou pensionista que opta pelo consignado. Confira as principais:

  • Prazos maiores para a quitação: Quem contrata o consignado pode realizar o pagamento do empréstimo em até 84 meses, o que equivale a 7 anos, tornando as parcelas mais acessíveis
  • Sem consulta ao SPC ou Serasa: O empréstimo é concedido sem a consulta às listas de restrição de crédito, o que facilita a obtenção do financiamento por pessoas que possuem dívidas
  • Desconto em folha: O pagamento é feito por meio de um desconto que acontece diretamente na folha de pagamento ou no benefício previdenciário do segurado do INSS, o que garante a quitação do débito
  • Facilidade de contratação: A contratação do crédito é realizada de forma direta com a instituição financeira escolhida pelo beneficiário, o que facilita os trâmites para o recebimento do dinheiro

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.