Pagamentos via PIX ficam suspensos e bancos anunciam soluções

Usuários de vários bancos reclamaram sobre a instabilidade nos pagamentos via PIX na última segunda-feira (25). Segundo relatos, clientes da Caixa Econômica Federal (CEF), Itaú, Bradesco, Santander, Nubank e outros, foram os principais afetados. 

Pagamentos via PIX ficam suspensos e bancos anunciam soluções
Pagamentos via PIX ficam suspensos e bancos anunciam soluções. (Imagem: FDR)

As primeiras falhas nos pagamentos via PIX foram identificadas por volta das 12h. O pico de notificações foi registrado pouco antes das 14h. Em alguns casos, as transações entre determinados bancos foram afetadas. Em contrapartida, clientes da mesma instituição financeira não tiveram problema ao enviar valores entre si. 

Muitos clientes reclamam que, quando tentam fazer uma pagamentos via PIX, recebem mensagens de que um erro impede o processo ou de que a transferência pode demorar mais do que o esperado.

No X, antigo Twitter, hashtags com os tópicos “problema no PIX”, Nubank PIX fora do ar”, “PIX fora do ar” e “problema no PIX da Caixa” estavam no topo das buscas no Google Trends. Um usuário chegou a contar que deixou de fazer as compras no supermercado devido à instabilidade no sistema de pagamentos instantâneo. 

Entenda os pagamentos via PIX

O PIX é o sistema de pagamentos instantâneos que opera em tempo real, com a promessa de que as transferências sejam concluídas em até 10 segundos. O sistema está disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, até mesmo em finais de semana e feriados

Na prática, para realizar transações financeiras através deste sistema, é preciso cadastrar o que o BC chama de “chave PIX”. A entidade pré-determinou o uso de alguns dados como chave pix, como;

  • E-mail;
  • Celular;
  • CPF;
  • Chave aleatória.

É importante explicar que, no caso específico da chave aleatória, ela pode ter prazos de validade distintos. Por exemplo, ela pode ser gerada uma única vez ou cada transação nova a ser realizada, o modelo irá depender das normas de cada instituição financeira.

Lembrando que também existem pagamentos via PIX mediante a leitura do QR CodeUma das explicações para a alta adesão ao PIX consiste na facilidade de cobrança e pagamento por produtos vendidos ou serviços prestados.

A agilidade nas transações financeiras, isenções de taxas e conveniência para pagamento via QR Code ou chave PIX também são vistas como vantagens nítidas deste sistema.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.