Restituição do Imposto de Renda em 2023 tem pagamento pendente

A Receita Federal ainda não completou todo calendário de pagamentos da restituição do Imposto de Renda em 2023. Quem não conseguiu se beneficiar até o momento aguarda ansioso pelo último depósito que está pendente. Essa é a última chance de conseguir ser restituído no lote regular.

Restituição do Imposto de Renda em 2023 tem pagamento pendente
Restituição do Imposto de Renda em 2023 tem pagamento pendente (Imagem: FDR)

No início do prazo para envio da declaração a Receita Federal anunciou que seriam pagos cinco lotes de restituição do Imposto de Renda em 2023. O primeiro pagamento aconteceu em maio e assim por diante, sempre um depósito por mês, agora está marcado para setembro a última transferência. 

A Receita ainda não liberou os dados contabilizando quantas pessoas serão contempladas, mas há expectativa para que neste mês aconteça o maior pagamento até o momento. Neste lote devem ser inclusos majoritariamente aqueles que não fazem parte do grupo de prioridade legal. 

Isso porque, as pessoas classificadas como de prioridade legal recebem nos primeiros lotes. São idosos com mais de 60 anos, pessoas com deficiência e moléstia grave, e aqueles cuja principal fonte de renda vem do magistério. Além deles, quem enviou a declaração pré-preenchida e escolheu o PIX para ser restituído também ganhou prioridade.

Como de costume, o período para consultar a restituição do Imposto de Renda em 2023 é uma semana antes da transferência na conta. Basta informar o número do CPF e data de nascimento para conseguir verificar se o dinheiro será pago neste mês.

Como consultar a restituição do Imposto de Renda em 2023

Quem ainda não foi restituído poderá consultar a liberação de um novo lote de restituição do Imposto de Renda em 2023 a partir das 10h do dia 22 de setembro. A verificação é online e pode acontecer tanto no aplicativo Meu Imposto de Renda como no site da Receita Federal.

Para consultar se foi incluso neste pagamento basta:

  • Acesse o site da Receita Federal e clique em “Imposto de Renda”;
  • Agora escolha “Consultar restituição” e “Iniciar”;
  • Informe número do CPF, data de nascimento e ano de envio do documento;
  • Tenha acesso as informações.

No aplicativo o login é via Gov.br, basta procurar por “Restituição”. Caso não seja incluso no quinto lote, procure por “Pendências da malha” no portal onde enviou a declaração e verifique se alguma pendência está bloqueando a liberação do benefício.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]