Calendário do BOLSA FAMÍLIA de setembro é LIBERADO para estes grupos

O calendário de pagamentos do Bolsa Família para o mês de setembro foi liberado. Com isso, os beneficiários já podem saber quando vão receber os valores. Confira todos os detalhes.

Calendário do BOLSA FAMÍLIA de setembro é LIBERADO para estes grupos
Calendário do BOLSA FAMÍLIA de setembro é LIBERADO para estes grupos (Imagem: FDR)

O programa tem o objetivo de quebrar o ciclo geracional da pobreza a curto e a longo prazo através de transferências condicionadas à renda familiar, educação, com filhos devidamente matriculados, e saúde, com filhos com vacina em dia, entre outros.

Bolsa Família em setembro

Neste mês, as datas de pagamento determinadas para o Bolsa Família são:

  • NIS final 1: 18 de setembro;
  • NIS final 2: 19 de setembro;
  • NIS final 3: 20 de setembro;
  • NIS final 4: 21 de setembro;
  • NIS final 5: 22 de setembro;
  • NIS final 6: 25 de setembro;
  • NIS final 7: 26 de setembro;
  • NIS final 8: 27 de setembro;
  • NIS final 9: 28 de setembro;
  • NIS final 0: 29 de setembro.

Modalidades de pagamento

O Bolsa Família possui várias modalidades de pagamento. Os valores pagos mudam segundo a a situação de cada beneficiário. Confira:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa na família;
  • Benefício Complementar (BCO): Valor adicional para garantir um mínimo de R$ 600 por família;
  • Benefício Primeira Infância (BPI): Adicional de R$ 150 por criança de 0 a 7 anos incompletos;
  • Benefício Variável Familiar (BVF): Valor adicional de R$ 50 destinado a gestantes e jovens de 7 a 18 anos incompletos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Adicional de R$ 50 por membro da família com até sete meses incompletos (nutriz); os pagamentos tem início neste mês
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): é liberado em casos específicas para assegurar que nenhum beneficiário ganhe menos do que recebia no Auxílio Brasil. Ele  será pago até maio de 2025.

Quem tem direto ao Bolsa Família

Para receber o benefício é preciso se enquadrar em algumas regras determinadas pelo governo. Entre estas regras está as que obrigam que crianças e adolescentes entre 4 a 17 anos frequentem a escola, acompanhamento pré-natal para grávidas, avaliação nutricional (peso e altura) de crianças de até 7 anos e a vacinação em dia.

Os beneficiários devem sempre informar que recebem o Bolsa Família quando forem matricular os filhos nas escolas e nos postos de vacinação.

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.