Governo Federal confirma CONCURSO UNIFICADO com salários inéditos e 8 mil vagas

Notícia boa para os concurseiro de plantão, o Governo Federal confirmou que vai realizar um concurso unificado. É a primeira vez que esse modelo é adotado no país e deve oferecer 8 mil vagas em diversos órgãos federais. Veja o que foi divulgado sobre a seleção!

Governo Federal confirma CONCURSO UNIFICADO com salários inéditos e 8 mil vagas
Governo Federal confirma CONCURSO UNIFICADO com salários inéditos e 8 mil vagas (Imagem: FDR)

Pela primeira vez o Governo Federal vai realizar um concurso unificado, onde serão oferecidas vagas em diversos órgãos federais. A notícia foi confirmada pelo O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), ao todo a seleção vai oferecer cerca de 8 mil vagas de emprego de oito áreas.

“O Governo Federal autorizou pouco mais de 8 mil vagas para concursos públicos em 2023. Vagas que perpassam cerca de 60 órgãos e carreiras da administração pública federal e uma oportunidade de trabalho muito interessante para a população brasileira”, Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

Concurso Unificado

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) já iniciou o planejamento para o processo seletivo, a estimativa é de que as provas sejam aplicadas em 180 municípios, sendo:

Os candidatos devem passar por duas etapas de provas:

  1. Provas objetivas com matriz comum a todos os candidatos;
  2. Provas específicas e dissertativas por blocos temáticos.

A segunda etapa deve acontecer de acordo com a área do órgão escolhido pelo candidato. Além disso, os cursos de formação devem acontecer entre junho e julho do ano que vem.

O edital deve ser publicado até dezembro desse ano e as provas aplicadas em 25 de fevereiro de 2024. A lista com os aprovados deve ser divulgada até o final de abril de 2024.

Os órgãos federais têm liberdade para aderir ao concurso unificado ou não; essa adesão deve ser feita até 29 de setembro. O MGI dividiu o processo seletivo em áreas e já informou o número total de vagas em cada uma; confira:

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.
Sair da versão mobile