Saque do Bolsa Família tem validade? Veja até quando o valor fica disponível

Muitas pessoas não sabem, mas existe um prazo máximo para saque do Bolsa Família. O governo federal estipula o período em que o dinheiro pode ser movimentado ou recebido em mãos, por meio do saque presencial. Caso o titular do auxílio não cumpra essa regra, ele pode ter seu benefício bloqueado. 

Saque do Bolsa Família tem validade? Veja até quando o valor fica disponível
Saque do Bolsa Família tem validade? Veja até quando o valor fica disponível (Imagem: FDR)

Começa no próximo dia 18 de agosto o saque do Bolsa Família relativo a este mês. A princípio serão 20,9 milhões de famílias beneficiadas com a ajuda financeira de no mínimo R$ 600. Além do valor base ainda serão inclusos outros bônus, como já tem acontecido desde março deste ano. A ideia do governo é pagar mínimo de R$ 142 por pessoa todos os meses.

Para isso, criou alguns benefícios adicionais. Os principais são o Benefício da Primeira Infância que libera R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos, e o Benefício Variável Familiar responsável por pagar R$ 50 para gestantes, e dependentes de 7 a 18 anos. A partir de setembro também será incluso o valor de R$ 50 para bebês até os 7 meses, a fim de incentivar o aleitamento materno.

O saque do Bolsa Família acontece de forma presencial nas agências da Caixa, ou casas lotéricas, apresentando documento com foto e cartão do programa, ou apenas documento com foto. Outra opção é movimentar a quantia online, usando todos os recursos disponíveis no Caixa Tem, como PIX, transferências, pagamento de boletos, e outros.

Qual prazo de saque do Bolsa Família?

Existe por lei um prazo de saque do Bolsa Família estabelecido pelo governo federal. Este é o período máximo em que a quantia pode ficar sem movimentação, caso contrário será bloqueada até que o cidadão comprove que continua ativo. Não é necessário fazer o saque em mãos, o prazo vale pra serviços online também.

  • Prazo de saque: até 120 dias após o pagamento do Bolsa Família.

Isso significa que no caso do pagamento de agosto, por exemplo, ele deve ser movimentado ou resgatado até dezembro. Quem não cumpre com esse período dá a entender para o governo que não tem mais interesse de receber o benefício, ou seja, demonstra desinteresse.

Caso o motivo do não recebimento seja a falta de acesso ao App Caixa Tem, ou ao cartão do programa, a recomendação é procurar uma agência da Caixa para ser atendimento.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]