Bolsa Família não será mais pago para MÃES chefes de família? Entenda a situação

Notícias sobre a exclusão das mães chefes de família deixou muitas mulheres preocupadas em todo o país. O Bolsa Família é um dos programas de transferência de renda criados pelo Governo Federal. Entenda se essa exclusão é verdadeira.

Bolsa Família não será mais pago para MÃES chefes de família? Entenda a situação
Bolsa Família não será mais pago para MÃES chefes de família? Entenda a situação (Ilustração: FDR)

A notícia sobre a exclusão das mães chefes de família se espalhou através de um vídeo publicado no aplicativo Kwai. Isso mesmo, no vídeo a mulher afirma que essas mães seriam excluídas do Bolsa Família e que a informação já teria sido confirmada no começo desse mês.

Pronto, a fala dela foi suficiente para se espalhar e alarmar centenas de mulheres em todo o país que cuidam de seus filhos sozinhas.

Mães chefes de família serão excluídas do Bolsa Família?

Na legenda do vídeo a mulher afirma que a confirmação sobre a exclusão foi feita às 12 horas do dia 2 de agosto pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).

Segundo a mulher do vídeo, o governo estaria fazendo uma análise mais profunda para identificar irregularidades no Cadastro Único (CadÚnico).

Depois de alarmar muita gente, o Projeto Comprova fez um levantamento sobre o tema e descobriu que o MDS não fez nenhum pronunciamento sobre o Bolsa Família ou o CadÚnico no dia 2 de agosto.

Ou seja, o vídeo é falso. O caso nos faz pensar na responsabilidade que devemos ter ao publicar um vídeo em uma rede social sem ter provas das informações. Inclusive produzir e espalhar Fake News é crime!

PAGAMENTO DO BOLSA FAMÍLIA DE AGOSTO ANTECIPADO? VEJA O CALENDÁRIO COMPLETO COM TODAS AS DATAS

Quem tem direito ao Bolsa Família?

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, tem direito ao valor mensal do programa:

Famílias com renda mensal até R$ 218 por pessoa.

Por exemplo, em uma família apenas uma pessoa possui renda, um salário mínimo mensal, e há na residência 6 pessoas. O valor de R$ 1.302 divido por 6 resulta em R$ 217 mensais. Assim, essa família tem direito a participar do programa.

Em outra situação, uma família com a mesma renda, mas com 5 membros, tem uma renda mensal de R$ 260,04 por pessoa. Ou seja, nesse caso não é possível receber o benefício.

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.
Sair da versão mobile