SENAI abre diversas vagas para CURSOS GRATUITOS em SP

As quase 100 escolas do SENAI estão com diversos cursos gratuitos disponíveis nesse mês de julho. Para participar do programa é necessário ter acima de 14 anos e atender aos demais requisitos; confira mais detalhes.

SENAI abre diversas vagas para CURSOS GRATUITOS em SP
SENAI abre diversas vagas para CURSOS GRATUITOS em SP (Imagem: FDR)

As unidades do SENAI de São Paulo estão com vagas abertas em cursos gratuitos de diversas áreas. Os requisitos variam de acordo com o curso escolhido e os candidatos serão selecionados a partir deles. Aulas são presenciais e os participantes receberão certificado após a conclusão.

Cursos gratuitos do SENAI-SP

Todas as unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo possuem vagas. No entanto, os cursos variam de acordo com a unidade escolhida.

O programa oferece cursos nas seguintes áreas:

  • Alimentos
  • Automação
  • Automotiva
  • Construção
  • Couro e Calçados
  • Educação
  • Eletroeletrônica
  • Energia
  • Gráfica e Editorial
  • Joalheria
  • Logística
  • Madeira e Mobiliário
  • Metalmecânica
  • Papel e Celulose
  • Plásticos
  • Refrigeração
  • Saúde e Segurança
  • Tecnologia da Informação

As formações são presenciais, exceto o curso Fundamentos dos Processos Logísticos, que tem aulas semipresenciais.

Os participantes devem ter renda familiar mensal até 2 salário mínimos por pessoa, ou seja, R$ 2.568,00. Além disso, é necessário ter acima de 14 anos e atender aos requisitos específicos do curso desejado.

Inscrições

Os interessados em participar do programa podem se inscrever pelo site do SENAI-SP. Cada candidato pode selecionar quantos cursos quiser, mas eles devem ser em turnos opostos e ele deve atender aos requisitos de todos.

Caso o número de inscritos supere o número de vagas, o SENAI vai adotar os seguintes critérios:

  1. Emprego– as vagas serão preenchidas primeiros pelas pessoas desempregadas;
  2. Escolaridade– a prioridade é para quem cursou, no máximo, o ensino médio. A ordem de critério adotada para o caso de empate é ter concluído o ensino médio; seguido de quem está cursando o ensino médio; até chegar à escolaridade mínima prevista como requisito para fazer o curso;
  3. Renda– candidatos com rendas mensais mais baixas serão convocados primeiro.

A renda familiar mensal é calculada com a soma dos salários de todos os membros da família e divisão do valor pela quantidade de pessoas, incluindo aquelas que não trabalha, como crianças.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.