URGENTE! Comunicado oficial do INSS CHOCA os seus beneficiários com notícia preocupante

Para muitas pessoas receber um benefício previdenciário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) não é sinônimo de renda fácil. No caso da aposentadoria quando o cidadão tem estado de saúde mais frágil, a possibilidade de perder seu salário é preocupante. Agora, a Previdência Social resolveu tornar pública a chance destas pessoas se recuperaram com ajuda profissional.

URGENTE! Comunicado oficial do INSS CHOCA os seus beneficiários com notícia preocupante
URGENTE! Comunicado oficial do INSS CHOCA os seus beneficiários com notícia preocupante (Imagem: FDR)

Existem diferentes modalidades de aposentadoria pelo INSS. A opção mais rápida de conseguir se aposentar, mas também a mais infeliz é a aposentadoria por invalidez. Tudo porque, esse benefício somente é concedido quando a Previdência Social entende que o cidadão está incapaz de retornar ao mercado de trabalho, quer dizer, se tornou invalido profissionalmente.

Para muitas pessoas, embora consigam se aposentar apenas com 12 contribuições mensais consecutivas, não ter mais a chance de trabalhar é o que mais preocupa. A liberação deste benefício é feita quando o trabalhador passa por perícia médica que comprove a sua incapacidade sem chances de ser realocado para outras atividades dentro da mesma empresa.

Por exemplo, um mecânico que perde os movimentos das mãos e não consegue mais prestar nenhum tipo de função dentro de uma oficina. Em situações mais extremas, porém, o INSS garante um pagamento adicional que aumenta em 25% o valor recebido na aposentadoria por invalidez. A ideia é de que o cidadão possua mais recursos para cuidar da sua saúde e tratamento.

INSS aumenta aposentadoria por invalidez em 25%

O INSS paga um adicional de 1/4 (25%) do valor da aposentadoria por invalidez para o segurado que necessidade de assistência permanente de outra pessoa para tarefas básicas. Em outras palavras, aquele que depende de um cuidador pode receber uma ajuda financeira para conseguir pagar este profissional.

Este tipo de assistência é acionada quando a pessoa enferma precisa de ajuda para tarefas cotidianas, como: tomar banho, se alimentar, tomar sol, se locomover, e outros. Neste caso, a família acaba arcando com os custos que um cuidador gera, ou precisa refazer toda a sua rotina para atender as necessidades do parente adoecido.

O INSS entende que o adicional pode ser liberado nas seguintes situações da aposentadoria por invalidez:

  • cegueira total;
  • perda de, no mínimo, nove dedos das mãos;
  • paralisia dos dois membros superiores ou inferiores;
  • perda dos membros inferiores, acima dos pés, quando a prótese for impossível;
  • perda de uma das mãos e de dois pés, ainda que a prótese seja possível;
  • perda de um membro superior e outro inferior, quando a prótese for impossível;
  • alteração das faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social;
  • doença que exija permanência contínua no leito;
  • incapacidade permanente para as atividades da vida diária.

Para pedir o adicional, basta acessar o Meu INSS e buscar por “Solicitação de Acréscimo de 25%”. Será preciso apresentar exames e laudos médicos que comprovem a necessidade do aumento de salário.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]