MENOS beneficiários! Cortes no Bolsa Família são confirmados pelo governo

Pontos-chave
  • Existem três benefícios complementares que podem gerar um bônus de R$ 350 no Bolsa Família;
  • O Bolsa Família de julho chega com mudanças no valor da mensalidade;
  • Tem direito toda família com renda mensal de até R$ 218 por pessoa.

O Bolsa Família de julho já tem data para entrar na ativa. A Caixa Econômica Federal (CEF) dá início ao calendário de pagamentos no próximo dia 18 e segue até o dia 31 de julho pagando parcelas no valor fixo de R$ 600 para milhares de beneficiários. 

Bolsa Família de JULHO tem mudanças no valor da mensalidade e REDUÇÃO de beneficiários
MENOS beneficiários! Cortes no Bolsa Família são confirmados pelo governo. (Imagem: FDR)

Relançado em março de 2023 com uma versão totalmente repaginada, o Bolsa Família de julho chega com mudanças no valor da mensalidade. Neste mês, o benefício sofre uma redução média de R$ 120. 

A queda no benefício se refere ao auxílio gás nacional, liberado em conjunto com o calendário da transferência de renda principal a cerca de seis milhões de titulares do Bolsa Família.

Contudo, a redução está associada ao fato de que o auxílio gás nacional é pago somente a cada dois meses. Portanto, após ter sido liberado no calendário do Bolsa Família de junho, o benefício volta a vigorar somente em agosto

A segunda mudança no Bolsa Família de julho consiste na redução no quadro de beneficiários. A queda no número de titulares ocorreu devido à execução do pente-fino nos meses de março e abril.

Durante este período foram revisados todos os cadastros de titulares com irregularidades e, quem não atualizou os dados ou não cumpriu os requisitos, foi excluído.

De toda forma, ainda é possível conseguir um bom valor pelo Bolsa Família em julho. Neste mês, o cronograma padrão será mantido, iniciando os pagamentos nos últimos dez dias úteis. 

Os valores serão liberados de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Logo, o NIS final 1 é o primeiro a receber a parcela no dia 18 de julho, e assim sucessivamente, até ser concluído no dia 31 com o NIS final 0. 

Quem pode receber o Bolsa Família?

Tem direito toda família com renda mensal de até R$ 218 por pessoa. Isso significa que a renda somada de todos os integrantes da família dividida pelo número de pessoas deve ser menor que R$ 218.

Considere o exemplo de uma mãe que cria sozinha três filhos pequenos. Trabalhando como diarista, ela ganha R$ 800 por mês. Como os filhos não trabalham, esses R$ 800 são a única renda da família.

Dividindo R$ 800 (renda total) por quatro (número de pessoas na família), o resultado é R$ 200. Como R$ 200 é menor que R$ 218, essa mãe e seus três filhos têm direito a receber o Bolsa Família.

Quais são as regras do Bolsa Família?

As famílias devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e de educação. São elas:

  • Realização do acompanhamento pré-natal;
  • Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • Realização do acompanhamento do estado nutricional das crianças menores de 7 anos;
  • Frequência escolar mínima de 60% para as crianças de 4 a 5 anos, e de 75% para os beneficiários de 6 a 18 anos incompletos que não tenham concluído a educação básica;
  • A família deve sempre manter atualizado o Cadastro Único (pelos menos, a cada 24 meses).

Quais são os bônus do Bolsa Família?

Ao todo, existem três benefícios complementares que podem gerar um bônus de R$ 350 no Bolsa Família. Destacando que, um deles é liberado pelo Governo Federal somente a cada dois meses. Confira: 

Bônus de R$ 150

Este é pago para até duas crianças na faixa etária de zero a seis anos de idade. Logo, uma mesma família pode acumular entre R$ 150 e R$ 300 com este bônus. Para garanti-lo, é necessário que a criança comprove boa frequência escolar e que mantenha o cartão de vacina atualizado. 

Extra de R$ 50 

O extra de R$ 50 estréia no calendário de pagamentos deste mês de junho. Ele é direcionado a jovens na faixa etária de sete a 18 anos, gestantes e lactantes. Neste cenário, também é necessário cumprir regras específicas. 

Se tratando dos jovens, é necessário comprovar boa frequência escolar e manter o cartão de vacina sempre atualizado. Na circunstância das gestantes e lactantes, é essencial realizar o pré-natal e todos os outros acompanhamentos médicos necessários. Lembrando que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece todo o apoio necessário. 

Calendário do Bolsa Família em julho 

  • NIS final 1 – 18 de julho;
  • NIS final 2 – 19 de julho;
  • NIS final 3 – 20 de julho;
  • NIS final 4 – 21 de julho;
  • NIS final 5 – 24 de julho;
  • NIS final 6 – 25 de julho;
  • NIS final 7 – 26 de julho;
  • NIS final 8 – 27 de julho;
  • NIS final 9 – 28 de julho;
  • NIS final 0 – 31 de julho.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.