FALTOU DINHEIRO! Governo não consegue cumprir promessa do INSS e aposentados se desesperam

O atual ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, parece estar com problemas na sua gestão. Pelo menos é o que fontes ligadas ao governo indicam, já que a principal promessa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) sequer conseguiu torna-se projeto. Diante disso, Lupi tem recebido uma série de cobranças, vindas inclusive do presidente.

FALTOU DINHEIRO! Governo não consegue cumprir promessa do INSS e aposentados e desesperam
FALTOU DINHEIRO! Governo não consegue cumprir promessa do INSS e aposentados e desesperam (Imagem: FDR)

O grande problema da atual gestão previdenciária já é um caos antigo: a enorme fila de pedidos no INSS. Desde a época do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) o fato dos segurados precisarem aguardar mais do que o limite estabelecido por lei para conseguir acesso ao benefício previdenciário já era motivo para crise. Agora, no governo Lula, esse fato não é diferente. Mas, o atual presidente havia prometido o fim dessa fila. 

De acordo com Carlos Lupi, ministro da Previdência Social, houve uma reunião entre ele e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na última segunda-feira (24). A pauta do encontro foi justamente o número de requerimentos que aguardam análise do INSS, e como encontrar soluções para esse problema. Tudo porque, novos benefícios aprovados resultam em mais gastos ao governo.

Lupi informou que pretende liberar até 900 mil pagamentos previdenciários nesse ano, e por isso, precisa da ajuda de Haddad para encontrar espaço no orçamento.

Para o que está sendo previsto de crescimento vegetativo, de 1,1 milhão, que todo ano cresce, está previsto e orçado. Além do crescimento vegetativo por ano, que é um milhão, você vai ter de 800.000 a 900.000 a mais. Então, nós temos também que encontrar uma solução para o pagamento”, disse Lupi ao sair da conversa na Fazenda.

INSS ESTÁ SEM DINHEIRO PARA PAGAR OS BENEFÍCIOS? NOTÍCIA PREOCUPA TODOS OS BRASILEIROS, E AGORA?

Fila do INSS vira crise no governo Lula

De acordo com a Veja, em abril cerca de 700.000 processos de auxílio-doença, 250.000 pedidos do benefício de prestação continuada e 290.000 pedidos (e recursos) de aposentadorias especiais. Enquanto por um lado a fila do INSS tem pessoas que necessitam de uma resposta, do outro há falta de recursos do governo para bancar todos pedidos.

Segundo Lupi não há uma estimativa de valores a serem usados para zerar a fila, porque há variedade de benefícios e de quantias a serem pagas em cada um. Ainda que sem grandes expectativas, o ministro voltou a prometer que até o final desse ano os segurados terão de esperar no máximo 45 dias para obter uma resposta sobre seu pedido previdenciário.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile