PicPay anuncia novo serviço de empréstimo consignado com juros surpreendente

Nesta semana, o PicPay trouxe uma novidade que animou boa parte de seus clientes. A plataforma vai oferecer empréstimo consignado que poderá ser contratado de maneira simples através do aplicativo. Veja os detalhes e saiba como contratar.

PicPay anuncia novo serviço de empréstimo consignado com juros surpreendente (FDR)
PicPay anuncia novo serviço de empréstimo consignado com juros surpreendente (FDR)

O consignado do PicPay é voltado para servidores públicos federais e aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Esta novidade, segundo o vice-presidente de Serviços Financeiros para Pessoa Física, Danilo Caffaro, integra o movimento de diversificação do portfólio da instituição financeira e traz um  acesso a condições mais baratas de crédito.

Consignado do PicPay

A plataforma possui uma taxa de juros que parte de 1,69% e as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento do trabalhador ou do benefício.

Para contratar o empréstimo consignado na plataforma faça o seguinte:

  • Entre no aplicativo do PicPay e clique em O consignado mais barato do Brasil está aqui”. 
  • Caso queira pular esta etaoa, procure  por “Empréstimo” e clique em “Consignado INSS e Siape”;
  • Na página oficial da BX Blue, insira todas as informações solicitadas para conhecer as condições do crédito.

O consignado, como dito acima, é voltado somente aos servidores públicos federais e aos aposentados e pensionistas do INSS. O PicPay oferece outras modalidades de empréstimo para os demais públicos, como crédito pessoal e empréstimos entre pessoas e entre empresas.

O que é o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é uma modalidade de empréstimo em que as parcelas são descontadas todos os meses diretamente do benefício previdenciário. Além dos aposentados e pensionistas do INSS, os trabalhadores com carteira assinada e os servidores públicos também podem pedir o crédito. Nestes casos, o valor das parcelas é desconto da folha de pagamento.

Devido ao baixo risco de inadimplência, os juros cobrados na modalidade são reduzidos. Os aposentados e pensionistas são os que mais buscam este tipo de empréstimo. O valor máximo emprestado depende de quanto eles recebem por mês para que a renda não seja comprometida.

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.