Estes fundos imobiliários têm relação com Minha Casa Minha Vida. Vale a pena investir?

O foco do mercado de fundos imobiliários não costuma estar voltado para a habitação popular, mas isso não quer dizer que não é possível investir neste nicho através dos FIIs. De acordo com um levantamento realizado pelo InfoMoney, ao menos oito carteiras possuem em seu portfólio operações ligadas de forma direta ou indireta ligadas a programas federais de moradia social, como o Minha Casa Minha Vida.

Ainda neste ano, o governo prometeu que irá entregar 15 mil unidades de moradia para o Minha Casa Minha Vida. Mesmo que de maneira contida, o programa é citado na carteira de ativos dos fundos imobiliários.

Tidos como os FIIs mais líquidos da Bolsa, pelo menos sete carteiras mantêm em seus portfólios operações que financiam empresas com ligação firme com o MCMV, ou ainda ligados com o antigo Casa Verde e Amarela.

Chamados também de fundos de papel, estes FIIs fazem investimentos em certificados de recebíveis imobiliários (CRIs), instrumentos usados por empresas do setor imobiliário para a captar recursos no mercado.

Estes títulos simbolizam uma espécie de pacote de receitas futuras das empresas, como por exemplo com aluguéis ou parcelas pela venda de moradia, vendido para  investidores. De forma geral, o papel introduz um rendimento mensal prefixado e a correção monetária por um indicador, que é geralmente a taxa do CDI (certificado de depósito interbancário) ou o IPCA.

Segundo o InfoMoney, CRIs emitidos por empresas especializadas ou com forte presença no programa MCMV – como Direcional, MRV, Prestes, Inter Construtora e HM Engenharia – aparecem em ao menos sete portfólios de FIIs de “papel”.

A participação dos títulos no patrimônio líquido das carteiras pode atingir os 14,59%, como é o caso do Valora RE (VGIR11). Veja quais são:

Ticker Fundo Segmento % das operações de MCMV no patrimônio líquido
VGIR11 Valora RE Títulos e Val. Mob. 14,59
RZAK11 Riza Akin Títulos e Val. Mob. 8,74
PORD11 Polo Recebíveis Títulos e Val. Mob. 6,12
VRTA11 Fator Veritá Títulos e Val. Mob. 5,69
VGHF11 Valora Hedge Fund Títulos e Val. Mob. 5,04
RECR11 REC Recebíveis Títulos e Val. Mob. 3,3
IRDM11 Iridium Recebíveis Imobiliários Títulos e Val. Mob. 0,39

Fonte: relatório gerenciais dos fundos

Este mercado de FIIls também conta com carteiras que trazem receita com a compra ou construção de imóveis que depois são comercializados, trazendo ganhou de capital. Conhecidos como Fundos de desenvolvimento, também podem ser uma escolha para quem enxerga o Minha Casa, Minha Vida como uma oportunidade.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.