Bolsa Família bloqueado! Veja como o pronunciamento de Simone Tebet modifica os pagamentos

Famílias economicamente vulneráveis que recebem o Bolsa Família tiveram uma surpresa desagradável nos grupos de WhatsApp nessa semana. É que passou a ser compartilhado um pronunciamento da ministra do Planejamento, Simone Tebet, em que ela confirma o bloqueio de 60 dias do pagamento do benefício social. A informação, porém, foi distorcida e não diz a verdade.

Bolsa Família bloqueado! Veja como o pronunciamento de Simone Tebet modifica os pagamentos
Bolsa Família bloqueado! Veja como o pronunciamento de Simone Tebet modifica os pagamentos (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

O UOL Confere, do Portal UOL, foi o canal de comunicação a receber uma mensagem solicitando o esclarecimento sobre a informação. Nas redes sociais e grupos de aplicativos de mensagens foi compartilhado o seguinte texto em relação ao pagamento do Bolsa Família:

Urgente! Simone Tebet diz que a partir de fevereiro vai cortar o Bolsa Família por 60 dias“, diz o texto compartilhado no Instagram. Para chamar atenção, ele vem acompanhado de uma foto da ministra ao lado do presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), e com o cartão do programa cortado.

No Facebook, outra rede social, a mensagem é parecida e informa: “Simone Tebet diz que a partir de fevereiro vai bloquear o bolsa família por 60 dias / Faz o L“. O texto também acompanhava a mesma imagem da rede vizinha.

O que Simone Tebet realmente disse sobre o Bolsa Família?

A informação de que o Bolsa Família será bloqueado por 60 dias a partir de fevereiro é mentirosa. O que foi trazido por Tebet em uma entrevista concedida ao jornal O Estado de São Paulo é de que haverá um pente-fino nos dados do Cadastro Único, visando excluir aqueles que recebem o Bolsa de forma fraudulenta.

O motivo está ligado principalmente ao fato de ter subido consideravelmente o número de famílias unipessoais, compostas por uma única pessoa. Foram 5 milhões de cadastros desse tipo somados nos últimos 11 meses. A suspeita é de que essas pessoas estejam burlando o cadastro para que mais de um membro da mesma família receba o auxílio financeiro. 

Na prática, o processo realmente acontecerá e cadastros do Bolsa Família serão bloqueados por 60 dias. Mas, apenas os cadastros de pessoas com suspeita de fraude, os demais continuarão a receber seus benefícios normalmente.

Como proteger o seu Bolsa Família?

  • Atualize os dados pessoais e de renda no Cadastro Único;
  • Mantenha a frequência escolar das crianças em dia;
  • Movimente a conta do Caixa Tem;
  • Esteja atento as convocações feitas pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com