Trabalhador pode acumular duas APOSENTADORIAS caso siga este planejamento

O trabalhador da rede pública e privada que souber criar um bom planejamento financeiro consegue ter acesso a duas formas de aposentadorias. A primeira é fornecida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), válida para quem é contribuinte. Outra chance é para aqueles que passam a contribuir em um plano de previdência privada, em que as condições de salário são o foco do cidadão.

Trabalhador pode acumular duas APOSENTADORIAS caso siga este planejamento
Trabalhador pode acumular duas APOSENTADORIAS caso siga este planejamento (Imagem: FDR)

De acordo com dados compartilhados pela pesquisa Raio X do Investidor Brasileiro em maio de 2022, apenas 3% das aposentadorias do país veem da previdência privada. O restante é provida da liberação do INSS, em que mensalmente o trabalhador contribuí com alíquota a partir de 7,5% do salário mínimo vigente.

Para quem trabalha com carteira assinada, um dos direitos garantidos está o desconto para pagamento ao INSS. O MEI (Micro Empreendedor Individual) também passa a contribuir para a Previdência Social e tem direito de receber a aposentadoria. E existe ainda a possibilidade de contribuir individualmente, sem vínculo empregatício, emitindo a guia de pagamento mensal.

No caso da previdência privada, os planos ficam acima de R$ 50/mês e qualquer pessoa pode solicita-los. Os bancos são os responsáveis por criar esse plano de previdência, construindo os valores e o tempo de contribuição com base no perfil do cliente. Nada impede que o cidadão empregado contribua, tendo acesso a duas aposentadorias. 

Tipos de aposentadorias no Brasil

Conheça quais os tipos de aposentadorias disponíveis no país.

Por meio de contribuição ao INSS

No INSS o trabalhador com registro em carteira ou contribuinte individual tem direito de receber alguns tipos de aposentadorias. Para isso, precisa alcançar o mínimo de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, bem como somar 180 contribuições mensais o que totaliza 15 anos.

A Previdência Social pode liberar, desde que o cidadão cumpra com os requisitos:

  • Aposentadoria da Pessoa com Deficiência por Idade.
  • Aposentadoria da Pessoa com Deficiência por Tempo de Contribuição.
  • Aposentadoria especial por tempo de contribuição.
  • Aposentadoria por Idade Rural.
  • Aposentadoria por Idade Urbana.
  • Aposentadoria por invalidez.
  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição.

Previdência Privada

A Previdência privada funciona como uma espécie de poupança, sendo o objetivo principal conseguir a aposentadoria. Por meio dela, mensalmente o cidadão poupa uma determina quantia e investe no plano que faz o dinheiro render.

O valor final ainda vai depender do número de contribuições. No final do plano o trabalhador resgata a quantia que foi acumulada e usa como aposentadoria.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com