Quer ajudar os yanomamis? Lula anuncia cadastro no SUS para voluntários

Foi divulgado nesse domingo (22) pelo Ministério da Saúde o link para cadastro de profissionais de saúde que querem atuar na Força Nacional do SUS. Inicialmente, essas pessoas serão chamadas a trabalhar na Terra Yanomami, em que foi decretado estado de emergência de saúde pública, após cerca de 570 crianças terem morrido devido a desnutrição e doenças consideradas evitáveis.

Quer ajudar os yanomamis? Lula anuncia cadastro no SUS para voluntários
Quer ajudar os yanomamis? Lula anuncia cadastro no SUS para voluntários (Imagem: FDR)

Por volta das 14h00 do domingo (22), a equipe do presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) usou suas redes sociais para anunciar que estava aberto o cadastro na Força Nacional do SUS para ajudar o povo Yanomami. A partir de então, profissionais de saúde interessados em auxiliar nessa missão e em outras que possivelmente virão, já podem se inscrever.

Profissionais de qualquer lugar do Brasil podem se inscrever, mas eles terão que se deslocar até a Terra Yanomami que fica nas florestas de Roraima e Amazonas. O governo federal tomou conhecimento de que foram notificados 11.530 casos de malária no território no ano passado.

Estima-se que nos últimos quatro anos ao menos 570 crianças foram mortas pela contaminação por mercúrio, desnutrição e fome. Um dos principais fatores que influenciam negativamente para a vida saudável dessa população é a ação de garimpos ilegais. Isso porque, quatro polos de atendimento aos índios foram fechadas em 2022 devido a violência dos garimpeiros.

Como fazer trabalho voluntário e ajudar os yanomamis

O cadastro na Força Nacional do SUS será permanente, isso significa que ao se inscrever o profissional não vai se colocar a disposição apenas da ação assistencial aos povos yanomamis, mas poderá ser chamado para outras missões. Podem se inscrever médicos, enfermeiros e nutricionistas, que deverão atuar conforme a sua especialidade.

Além das crianças, adultos também encontram-se em estado severo de desnutrição. A morte de uma mulher de 65 anos da comunidade Kataroa que foi fotografada em dezembro pela associação Urihi em estado severo de desnutrição, chamou muita atenção.

Para prestar serviço nessas comunidades a fim de diminuir os casos mais graves, atendendo crianças e adultos, os profissionais de saúde devem preencher o cadastro de voluntários. Vale lembrar que essas pessoas não terão direito a nenhum pagamento pelas ações prestadas.

  • Acesse o site do Ministério da Saúde e em “Acesso rápido” escolha “Ações e programas”;
  • Na opção “Atenção Especializada a Saúde” selecione “Força Nacional do SUS”;
  • Clique em “Acessar formulário”;
  • Preencha informações como: nome completo e graduação profissional.

O formulário também pode ser acessado aqui.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com