Nova contribuição para o INSS vai mudar seu salário a partir desse ano

Todos os anos a contribuição para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é reajustada. Isso porque, essa quantia acompanha o salário mínimo e como esse piso é anualmente ajustado, a contribuição também muda. O que será alterado a partir do próximo holerite do trabalhador é o valor de desconto que vai direcionado para a Previdência Social. A tabela de faixas de valores atualizada já foi divulgada.

Nova contribuição para o INSS vai mudar seu salário a partir desse ano
Nova contribuição para o INSS vai mudar seu salário a partir desse ano (Imagem: FDR)

Essa tem sido uma semana agitada para quem recebe benefícios previdenciários. Foi recém informado que os salários de quem recebe acima do piso serão reajustados em 5,93%, acompanhando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Também foi anunciado, com publicação no Diário Oficial da União no último dia 11 de janeiro, a tabela de contribuição para o INSS.

Essa tabela mostra as faixas de salários dos trabalhadores e o quanto será descontado para contribuição na Previdência Social. Os descontos que valerão para trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos também foram atualizadas.

Desde que a reforma da Previdência passou a valer em novembro de 2019, as alíquotas passaram a ser aplicadas de forma progressiva, ou seja, cobradas apenas para a parcela do salário que se enquadrar em cada faixa. Dessa forma, a alíquota efetiva aplicada será menor.

Nova tabela de contribuição para o INSS em 2023

É importante dizer que a tabela de contribuição para o INSS é aplicada sobre os salários dos trabalhadores que estão ativos. Ou seja, vale para aqueles que estão atualmente no mercado de trabalho, e não para aposentados e pensionistas. Para quem atua com carteira assinada o desconto acontece diretamente na folha de pagamento.

Para os contribuintes individuais, a contribuição é feita por meio de uma guia de recolhimento. Funcionará da seguinte forma:

Tabela de contribuição do INSS

Salário de contribuição (R$) Alíquota de recolhimento do INSS
até 1.302,00 7,50%
de 1.302,01 até 2.571,29 9,00%
de 2.571,30 até 3.856,94 12,00%
de 3.856,95 até 7.507,49 14,00%

Por exemplo: um trabalhador que ganha R$ 1.500 pagará 7,5% sobre R$ 1.302 (R$ 97,65), mais 9% sobre os R$ 198 que excedem esse valor (R$ 17,82), totalizando R$ 115,47 de contribuição.

Atualmente, vale o salário mínimo de R$ 1.302,00 decretado por meio de uma Medida Provisória assinada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Havia interesse do governo de Luís Inácio Lula da Silva (PT) em aumentar esse piso para R$ 1.320,00, mas por hora esse valor não foi confirmado.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com