Bolsa Família garantido para 2023: Confira as condições para ser um beneficiário

Programa retoma o nome adotado em sua criação durante a gestão federal do PT e deve seguir beneficiando centenas de famílias em todo o país. Pagamento do Bolsa Família deve ser iniciado já nesse mês de janeiro seguindo um critério. Veja qual é ele e se você terá direito ao benefício.

Bolsa Família garantido para 2023: Confira as condições para ser um beneficiário
Bolsa Família garantido para 2023: Confira as condições para ser um beneficiário (Imagem: FDR)

No primeiro dia do seu terceiro mandato, o Presidente Lula, assinou a MP que dá continuidade ao pagamento do Auxílio Brasil, que deve voltar a ser chamado de Bolsa Família. Durante sua campanha o presidente vinha se mostrado preocupado com a situação de pobreza do país, assim, decidiu também aumentar o valor pago às famílias.

Além disso, existe a proposta de criação do Desenrola Brasil, programa que deve ajudar as famílias beneficiárias a se livrar das dívidas.

“Tão logo esteja pronto, certamente o presidente Lula vai lançá-lo para o Brasil. E essa área relacionada ao Bolsa Família será tratada”, afirmou o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias.

Quem recebe o Bolsa Família em 2023?

Com a MP assinada no início dessa semana foi acrescentado R$ 200 ao valor do Bolsa Família, que deve passar para R$ 600 já em janeiro. Além disso, a cada dois meses os beneficiários do programa receberão o Auxílio Gás, no valor equivalente a um botijão de 13 quilos; atualmente o valor pago é equivalente apenas a 50%.

Têm direito ao programa quem se encaixa nas seguintes condições:

  • Famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com NIS ativo e atualizado;
  • Famílias em situação de extrema pobreza, ou seja, renda per capita de R$ 100;
  • Famílias em situação de pobreza, ou seja, que possuem renda per capta entre R$ 100,01 a R$ 200;
  • Famílias que possuem um membro que receba o BPC – Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social;
  • Famílias com gestantes, mães que amamentam, adolescentes, crianças e jovens com até 21 anos incompletos.

Para atualizar os dados do Cadastro Único é necessário comparecer a um dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) ou em postos de atendimento do Cadastro Único.

Para mais informações sobre vestibular, concurso, vagas de emprego e cursos gratuitos, acompanhe a nossa editoria de Carreiras.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.