Ainda é possível pedir o empréstimo consignado do Auxílio Brasil? Liberações caíram no último mês

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil foi lançado em outubro desse ano, visto por muitos como uma estratégia de buscar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Foi permitido que famílias de baixa renda que hoje não conseguem crédito no mercado, possam contratá-lo. Para isso, precisam comprometer parte do seu salário assistencial no pagamento do empréstimo.

Ainda é possível pedir o empréstimo consignado do Auxílio Brasil? Crédito cai consideravelmente
Ainda é possível pedir o empréstimo consignado do Auxílio Brasil? Crédito caiu consideravelmente (Imagem: FDR)

Em outubro, mês de lançamento do empréstimo consignado do Auxílio Brasil, o produto foi um estouro de contratações. De acordo com a Caixa Econômica, em três dias foi possível emprestar R$ 1,8 bilhão para 700 mil pessoas. No entanto, esse produto teve uma queda significativa no mês de novembro, diminuindo de forma expressiva o número de liberações.

Após as eleições que deram a Luís Inácio Lula da Silva (PT) o título de presidente eleito, notícias internas na Caixa Econômica indicaram um bloqueio da liberação do consignado pelo Auxílio Brasil. De acordo com funcionários do banco que chegaram, inclusive, a divulgar documentos, a recomendação era ser mais criterioso na liberação do crédito.

A medida parece ter surtido efeito, e o chefe adjunto do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Renato Baldini, disse nesta terça-feira, 27, que o número de concessões do empréstimo consignado do Auxílio Brasil praticamente “desapareceram” no mês de novembro.

Ainda posso pedir o empréstimo consignado do Auxílio Brasil?

Os pedidos de empréstimo consignado do Auxílio Brasil continuam disponíveis nos bancos parceiros. As opções bancárias para contratar o crédito são limitadas, para se ter uma ideia, apenas a Caixa Econômica, entre os grandes bancos, autorizou a liberação desse produto.

Tudo porque, especialistas acreditam que oferecer um crédito financeiro com desconto em um benefício assistencial é aumentar o risco de endividamento das famílias vulneráveis. Por isso, os bancos como Santander, Itaú e Bradesco, preferiram não oferecer o crédito. Considerando ainda que caso a família seja excluída do Auxílio, as parcelas continuarão serem cobradas.

No entanto, os interessados ainda podem tentar a solicitação do crédito consignado, mas tendo consciência de que os critérios para liberação do dinheiro estão cada vez mais acirrados. Na Caixa, pedido pode ser feito no:

  • App Caixa Tem;
  • Agências do banco;
  • Casas lotéricas.

Quanto é descontado do Auxílio Brasil

Até 40% do valor fixado por lei no Auxílio Brasil, de R$ 400, podem ser descontados todos os meses. O número máximo de parcelas é de 24, com taxa de juros limitada a 3,5% ao mês.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com