Empréstimos pela Caixa Econômica garantem menor taxa de juros. Consulte as modalidades

Pontos-chave
  • Caixa Econômica Federal oferece linhas de crédito com a garantia dos menores juros do mercado;
  • Crédito rural é uma das modalidades mais amplas com várias opções de público e condições de contratação;
  • Cliente deve se atentar ao meio de solicitação de empréstimo, que pode ser presencial ou pelos canais digitais do banco.

A Caixa Econômica é um banco estatal que oferece uma série de produtos e serviços aos brasileiros, sejam eles clientes ou não. Os empréstimos são o grande destaque da instituição financeira, com opções pessoais e empresariais. 

Empréstimos pela Caixa Econômica garantem menor taxa de juros. Consulte as modalidades
Empréstimos pela Caixa Econômica garantem menor taxa de juros. Consulte as modalidades. (Imagem: FDR)

As opções de empréstimos da Caixa Econômica vão desde o crédito consignado ao pessoal, rural e penhor. Cada um deles possui condições especiais e a garantia das menores taxas de juros do mercado. Abaixo, o FDR detalha cada uma delas.

Opções de empréstimos pela Caixa Econômica

Crédito consignado

O crédito consignado da Caixa Econômica é a opção de empréstimo no qual o cliente usa o salário como garantia. Sem a necessidade de um avalista, posteriormente, os descontos ocorrem diretamente da folha de pagamento. Veja as condições:

Empréstimo pessoal

​O Crédito Pessoal Caixa é um empréstimo que pode ser utilizado como você quiser. Há diversas opções para você escolher a que melhor se encaixa à sua necessidade e capacidade de pagamento: as parcelas podem ser pagas de uma só vez ou em prestações mensais com taxa pré ou pós-fixada. Esta modalidade é dividida em categorias. Confira:

Crédito Pessoal Mensal Pré-fixado

Crédito Pessoal Mensal Pós-fixado

Crédito Salário Caixa Mensal Pré-fixado

Crédito Salário Caixa Mensal Pós-fixado

EMPRÉSTIMO da Caixa para quem tem NOME SUJO vale a pena?

Empréstimo Rural 

A modalidade de crédito rural oferecida pela Caixa Econômica é um pouco mais complexa. Ela é divida entre as seguintes categorias: Agricultura e Pesca; Comercialização; Custeio; Pronaf Custeio Mulher; Industrialização e Investimentos. Observe as regras a seguir!

Agricultura e Pesca

A modalidade de Agricultura e Pesca da Caixa Econômica oferece créditos por meio destas linhas de crédito:

Financiamento da Atividade Agrícola

Financiamento da Aquicultura para todas as culturas exploradas em tanques escavados ou em águas da união: Tilápia, Tambaqui, Camarão, Tambacu, Tambatinga, Ostras, Vieiras, Mexilhões, Patinga e outros peixes. Veja as condições:

Limite de crédito

Industrialização: até R$ 400 milhões

Taxa de juros

As taxas de juros são a partir de 6% a.a. para beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e de 8% a.a. para os beneficiários do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). Para os demais portes de beneficiários, as taxas são a partir de 12% a.a.

Prazo

Financiamento da Atividade Pesqueira

Consiste em uma série de soluções de crédito rural voltadas ao financiamento da atividade pesqueira, direcionadas aos pescadores profissionais-artesanais beneficiários do Pronaf, para as cooperativas de pescadores e às agroindústrias de pescado. Veja as condições:

Limite de crédito

Taxa de juros

As taxas de juros variam pela modalidade e serão a partir de 6% para beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Para os demais portes de beneficiários, as taxas são de mercado e podem ser pré ou pós-fixadas.

Prazo

As linhas terão prazo máximo de 12 meses para reembolso, com exceção das linhas de investimento, que poderão ter prazo de até 10 anos. As amortizações poderão ocorrer em parcelas ou pagamento único, ajustáveis ao fluxo de receitas de cada beneficiário.

Pronaf Pescador

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) destina-se a estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar por meio do financiamento de atividades e serviços rurais agropecuários desenvolvidos em estabelecimento rural ou em áreas comunitárias próximas. Veja as condições:

Comercialização

O crédito de Comercialização tem o objetivo de viabilizar ao produtor rural ou às suas cooperativas os recursos necessários à comercialização de seus produtos. O valor financiável é de até 100% do valor da produção recebida, a ser comprovado pela cooperativa por ocasião da apresentação da relação dos adiantamentos efetivados, respeitando o limite de crédito.

A modalidade é distribuída entre estas linhas de crédito: Adiantamento a cooperados; Financiamento Especial para Estocagem de Produtos Agropecuários (FEE) e Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor (FGPP). Confira!

Adiantamento a cooperados

Com os créditos de comercialização para adiantamento a cooperados, a cooperativa pode antecipar o pagamento aos produtores por conta de produtos por estes entregues para a venda. Assim, a cooperativa pode continuar com os produtos armazenados e comercializar no futuro, com melhores preços. Veja as condições:

Limite de crédito: R$ 500 mil por cooperado participante da operação;

Prazo

Taxa de juros

Financiamento Especial para Estocagem de Produtos Agropecuários (FEE)

A Caixa Econômica disponibiliza, através da Linha de Estocagem FEE, recursos para que você possa armazenar e conservar sua produção ou a dos seus cooperados, visando a comercialização em melhores condições de mercado. Veja as condições:

Limite de crédito

Com Recursos controlados:

Prazo

Os prazos máximos das operações de FEE são:

Taxa de juros

Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor (FGPP)

​A Caixa é parceira das Cooperativas e Agroindústrias, por isso oferece crédito também para a aquisição de matérias primas por um valor justo, contribuindo assim para o desenvolvimento de toda a cadeia produtiva. Veja as condições:

​A cooperativa ou Agroindústria dispõe de até R$ 40 milhões, limitados a 50% da capacidade anual de beneficiamento ou industrialização do tomador.

Custeio

O Crédito Custeio Caixa é feito para cobrir despesas da produção agrícola, tais como aquisição de insumos, sementes, fertilizantes e defensivos.

Pode também ser utilizado na atividade pecuária para cobrir as despesas com animais, como compra de vacinas, medicamentos, rações, além da aquisição de animais para recria e engorda, quando se tratar de empreendimento conduzido por produtor rural independente.

A linha de crédito é destinada a: Produtores Rurais Pessoa Física; Produtores Rurais Pessoa Jurídica e Cooperativas de Produção Agropecuária.

São financiáveis no custeio agrícola

São financiáveis no custeio pecuário

Pronaf Custeio Mulher

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) destina-se a estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar por meio do financiamento de atividades e serviços rurais agropecuários desenvolvidos em estabelecimento rural ou em áreas comunitárias próximas.

Modalidade destinada a agricultores e produtores rurais, pessoa física ou jurídica, que compõem as unidades familiares de produção rural e que comprovem seu enquadramento como beneficiário do Pronaf. Veja as condições:

  1. Quatorze meses para as culturas permanentes: café, cana de açúcar, laranja, maçã, manga e uva;
  2. Doze meses para as demais culturas.

O prazo máximo para o reembolso dos créditos de custeio pecuário é de um ano.

Industrialização

O Crédito de industrialização visa disponibilizar recursos às cooperativas ou agroindústrias para o financiamento das despesas inerentes ao processo de industrialização ou beneficiamento de produtos agropecuários.

Financiamento para o custeio de embalagens e rótulos, impostos, seguros, mão-de-obra, serviços, energia elétrica, água, materiais auxiliares e demais itens ou encargos necessários ao processo de beneficiamento ou industrialização de produtos agropecuários, exceto a aquisição da matéria prima a ser beneficiada.​ Modalidade destinada a: 

Investimento

Com o crédito Investimento Caixa, o produtor rural pode financiar a implantação, ampliação ou modernização da infraestrutura de produção e a realização de serviços relacionados à melhoria da atividade agropecuária na propriedade, além de viabilizar a aquisição de bens ou serviços cuja utilização se estenda por vários períodos de produção.

Modalidade destinada a produtores rurais pessoa física e jurídica. A Caixa concede créditos de investimento fixo e semifixo, devendo o financiamento ser classificado como investimento agrícola ou investimento pecuário, conforme a destinação da atividade beneficiada.

Penhor

​O Penhor da Caixa Econômica é uma linha de crédito com uma das menores taxas do mercado e sem burocracia.

Com o Penhor, você sai com o dinheiro na hora sem a necessidade de análise cadastral ou avalista.​ Além disso, os bens ficam em total segurança no cofre da Caixa e o cliente pode renovar o contrato quantas vezes precisar. Depois de quitar o contrato, a pessoa recebe o bem de volta.

Os limites de empréstimos podem chegar até 100% do valor da garantia para os clientes com relacionamento na Caixa. O banco aceita os seguintes bens como penhor: jóias; canetas de valor; relógios de valor; pratarias de valor.

Laura AlvarengaLaura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile