CASA VERDE E AMARELA ajuda a FINANCIAR a CASA PRÓPRIA: Veja as regras, parcelas, juros e como se inscrever

O programa Casa Verde e Amarela pode ser uma oportunidade para os brasileiros que desejam financiar uma casa com a ajuda do Governo Federal.

Durante os governos do Partido dos Trabalhadores (PT) o programa se chamava Minha Casa, Minha Vida. No entanto, na gestão do presidente Jair Bolsonaro houveram algumas modificações no programa, como o nome e as regras.

Recentemente, foi anunciado o aumento das faixas de renda e subsídios para quem deseja participar do programa.

Como funciona o programa Casa Verde e Amarela

O programa é voltado para as famílias de baixa renda que planejam ter uma casa própria. Para isso, a Caixa Econômica Federal gerencia o financiamento, que poderá ser pago em até 35 anos.

O Casa Verde e Amarela oferece alguns benefícios, como a possibilidade de taxas de juros mais baixas, em comparação com as cobradas pelo mercado.

Além disso, o atendimento especializado pode facilitar o entendimento das parcelas e prazos que o cidadão precisará cumprir com a aquisição da casa própria.

Como funciona a inscrição no Casa Verde e Amarela

Para participar o programa Casa Verde e Amarela e contratar o financiamento da sua casa própria, basta seguir os seguintes passos:

  1. O contrato pode ser feito de 3 formas: individual, por meio de uma construtora ou por meio de uma entidade organizadora vinculada a algum investimento CAIXA.
  2. Faça uma simulação e entregue os documentos para um correspondente Caixa ou uma agência mais próxima.
  3. A Caixa vai analisar a sua proposta de acordo com o imóvel que você escolheu.
  4. Depois de analisado e aprovado, basta você assinar o contrato de financiamento.

Regras do Casa Verde e Amarela 2022

Algumas mudanças foram anunciadas recentemente pelo Governo Federal. Os limites de rendas para o financiamento, por exemplo, sofreram algumas alterações, ficando da seguinte forma:

  • Grupo 1: reajuste de R$ 2 mil para R$ 2,4 mil;
  • Grupo 2: reajuste de R$ 4 mil para R$ 4,4 mil;
  • Grupo 3: reajuste de R$ 7 mil para R$ 8 mil.

Além disso, os subsídios oferecidos para o grupo 1 e 2 também foram alterados.

  • Antes da mudanças família com renda de até R$ 1,8 mil, contava com R$ 29 mil de subsídio agora contará com subsídio de R$ 47,5 mil;
  • Famílias com renda de até R$ 2,4 mil que estava apta a receber R$ 11,8 mil de subsídio anteriormente, vai receber R$ 24,9 mil.

Taxas de juros para financiar uma casa pelo Governo Federal

Outra mudança anunciada inclui a ampliação do financiamento de 30 para 35 anos. Para o fundo no programa Pró-Cotista também haverá uma redução temporária da taxa de juros, pelo menos até 31 de dezembro.

Dessa forma, passa de 8,66% para 7,66% ao ano, e em meio ponto percentual para imóveis com valor superior a R$ 350 mil, que passa de 8,66% para 8,16% ao ano.

Enquanto os valores acima de R$ 350 mil, até o teto do Sistema Financeiro Habitacional, de R$ 1,5 milhão, a taxa também caiu, e passa a ser de TR + 8,16% a.a..

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.