Entenda em quais situações o seu CPF pode ser bloqueado

Apesar de não ser do conhecimento de muitos brasileiros, o CPF pode ser bloqueado. O Cadastro de Pessoa Física é aceito em território nacional, sendo uma das documentações mais importantes do cidadão. Por essa razão, é preciso estar atento a quais situações podem gerar o bloqueio do seu CPF para evitar transtornos gerados pela condição.

publicidade

De acordo com a Receita Federal, os casos mais comuns de bloqueio de CPF são ocasionados por irregularidades no pagamento de dívidas, inconsistências de dados cadastrais e até mesmo a duplicidade do registro do cidadão.

Quais situações podem levar ao meu CPF ser bloqueado?

Alguns dos motivos que podem gerar o bloqueio do CPF podem passar despercebidos e por isso o cidadão deve estar sempre atento a estas situações que levam ao bloqueio do documento:

  • Inadimplência;
  • Duplicidade do registro;
  • Inconsistências nas informações concedidas; 
  • Imposto de Renda não declarado;
  • Entre outras situações.
publicidade

 No caso de dados incorretos, o cidadão pode regularizar sua situação pela internet, através do site da Receita Federal.

O que acontece se o meu CPF é bloqueado?

O CPF bloqueado pode significar uma grande dor de cabeça para o cidadão brasileiro, isso porque, com o bloqueio do documento, a pessoa fica impedida de realizar diversas atividades como abertura de conta em banco, venda de imóveis entre muitas outras.

A consulta do seu CPF pode ser realizada através do site da Receita Federal. Lá, o sistema deve gerar uma documentação do Ministério da Fazenda que sinaliza as possíveis pendências. Por meio da consulta, o seu CPF pode ter os seguintes status: 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

  • Regular: sem pendência em seu cadastro;
  • Pendente de regularização : o contribuinte não entregou alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física dos últimos cinco anos;
  • Suspenso: cadastro incorreto ou incompleto;
  • Cancelado: CPF cancelado por multiplicidade;
  • Titular falecido: quando for incluído o ano de óbito;
  • Nulo: dados fraudulentos.

Como solicitar uma nova via do CPF?

A emissão do CPF pode ser realizada por meio do aplicativo CPF Digital. Para quem não declarou o IR nos últimos dois anos, é preciso ir ao site da Receita Federal para solicitar um comprovante. Para quem pode apresentar a declaração, basta ir ao portal eCac e realizar o login com o código de acesso do gov.br.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.