Veja como proteger o seu FGTS extraordinário de golpes no Caixa Tem

Atenção redobrada para se proteger de golpes no Caixa Tem. Os criminosos têm investido em ter como alvo o FGTS extraordinário dos trabalhadores que possuem contas ativas e inativas no fundo e podem realizar o saque de R$ 1 mil.

Veja como proteger o seu FGTS extraordinário de golpes no Caixa Tem (Imagem: FDR)
Veja como proteger o seu FGTS extraordinário de golpes no Caixa Tem (Imagem: FDR)

Os valores já se encontram disponíveis para todos os trabalhadores, que podem realizar o resgate da quantia até o dia 15 de dezembro. O FGTS extraordinário é creditado em uma conta aberta pela Caixa Econômica Federal, no nome do trabalhador.

Golpe do saque extraordinário do FGTS

Muitos dos trabalhadores com direito ao saque extraordinário estão sendo surpreendidos negativamente pelo golpe do saque extraordinário do FGTS. O valor que pode ser acessado pelo aplicativo Caixa Tem, pode ser utilizado na própria ferramenta para realizar pagamentos, transferências, saques, entre outras funções.

O que deveria funcionar para facilitar a vida do trabalhador, tem sido usado para que criminosos retirem os valores antes do cidadão dono da conta que é surpreendido ao ver que sua quantia já foi retirada.

Os golpistas utilizam a estratégia conhecida como engenharia social para obter os dados pessoais e ter acesso a conta do trabalhador. Muitas vezes, as informações são recolhidas por meio de mensagens falsas e links que os criminosos enviam para as vítimas na intenção de roubar as informações. 

Ao entrar no site falso, a vítima tenta fazer o login e o golpe é feito com roubo das informações. Na maioria das vezes o trabalhador não percebe a situação e não reconhece em qual momento teve seus dados roubados.

Como evitar o golpe do saque extraordinário do FGTS 

Uma das principais dicas para evitar cair em golpes e manter seu saque extraordinário seguro, é estar vigilante. Não clique em links enviados através do WhatsApp ou SMS, as instituições financeiras não realizam tal tipo de contato.

Se parece se tratar de uma mensagem verdadeira, tire alguns minutos para consultar um canal oficial da instituição e verifique se os canais possuem o mesmo link. Outra opção é realizar o acesso pelo aplicativo, ao invés de clicar no link, alguns segundos a mais no acesso que podem evitar um grande estresse.

Para o trabalhador que se identificou com alguma situação aqui trazida, a orientação é que a Caixa Econômica Federal seja procurada para uma tentativa de solucionar a questão e investigar o seu caso.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Hannah AragãoHannah Aragão
Graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuei em diferentes áreas da comunicação, como endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente me dedico ao jornalismo online na produção de matérias para o FDR.