Bolsonaro demite Pedro Guimarães e escolhe uma mulher para assumir a presidência da Caixa

Após a oficialização da demissão de Pedro Guimarães, Bolsonaro escolhe uma mulher para assumir a presidência da Caixa Econômica Federal. A nomeação aconteceu nesta quarta-feira (29), quando a atual secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques Consentino, foi colocada para assumir o cargo.

publicidade

A informação, que já havia sido vazada, se confirmou na quarta, depois da validação da saída de Pedro Guimarães, que ocupava a cadeira desde o início do Governo Bolsonaro, em 2019.

Daniella Marques é a nova presidente da Caixa Econômica Federal

Saindo do cargo de secretária no Ministério da Economia para assumir a presidência da Caixa, Daniella Marques também integra o governo do atual presidente desde o início do mandato, iniciando em 2019 como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos  do ministro da Economia, Paulo Guedes.

De acordo com informações do ‘O Globo’, Daniella contava com a confiança de Paulo Guedes, mas não era indicada pelo centrão que tinha planos de colocar um aliado na presidência da instituição bancária.

publicidade

Após denúncias de assédio sexual contra Pedro Guimarães, Bolsonaro nomeia mulher para presidência da Caixa

Com o Ministério Público Federal (MPF) abrindo investigação contra Pedro Guimarães por assédio sexual devido a denúncias realizadas por funcionárias da Caixa, o presidente Jair Bolsonaro realizou a nomeação de Daniella Marques, uma mulher para o cargo da presidência da Caixa Econômica Federal.

Ao que se sabe, pelo menos cinco mulheres relataram abordagem inapropriada de Pedro Guimarães, de acordo com o site ‘Metrópoles’ que fez a revelação das denúncias, uma das funcionárias relatou que o então presidente do banco estatal teria passado a mão em suas nádegas. 

O processo corre em sigilo judicial e se encontra em fase de oitiva de testemunhas. Diante do vazamento das informações, a Caixa teve entrevista coletiva sobre o Plano Safra que aconteceria na última quarta, cancelada.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A Caixa enviou uma nota ao Metrópoles afirmando não ter conhecimento das denúncias e se colocando contra condutas de assédio.

“A Caixa não tem conhecimento das denúncias apresentadas pelo veículo. A Caixa esclarece que adota medidas de eliminação de condutas relacionadas a qualquer tipo de assédio. O banco possui um sólido sistema de integridade, ancorado na observância dos diversos protocolos de prevenção, ao Código de Ética e ao de Conduta, que vedam a prática de ‘qualquer tipo de assédio, mediante conduta verbal ou física de humilhação, coação ou ameaça'”, informou, em nota ao site.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.