Chelsea tem venda consolidade; confira o valor bilionário

O Chelsea foi vendido por um valor bilionário. O clube inglês anunciou nesta segunda-feira (30) que a venda foi realizada para o consórcio do empresário estadunidense Todd Boehly.

O diretor-presidente da Eldridge comprou o Chelsea por US$ 5,4 bilhões e deve assumir o cargo de presidente do clube, estando no controle juntamente com Clearlake Capital.

Novo momento para o Chelsea

Através de comunicado, o clube abordou o assunto da venda para o consórcio do estadunidense.

“Ao vender o clube, o Sr. Abramovich estipulou que o novo proprietário deve ser um bom administrador do clube, os lucros líquidos da venda devem ser doados para caridade, e que ele não buscaria o reembolso dos empréstimos feitos às afiliadas do clube”, disse o Chelsea em comunicado.

Em nota, Boehly falou sobre seus planos para a equipe “Nossa visão como dono do Chelsea é clara: queremos deixar os fãs orgulhosos”, diz Boehly, disse o empresário que completou dizendo: “Além do nosso comprometimento em desenvolver as divisões de base e comprar os melhores talentos, nosso plano é investir no longo prazo da equipe”.

A expectativa é de que Todd Boehly e Clearlake Capital realizem investimentos que permitam uma maior competitividade. Os planos são de reformas no estádio Stamford Bridge, além de melhorias nas divisões de base e da equipe feminina.

Entenda as negociações 

O Chelsea passava por um momento de dificuldades, já que as negociações iniciaram diante do contexto da guerra entre Rússia e Ucrânia. As problemáticas para o clube tiveram início quando o Reino Unido estabeleceu sanções contra oligarcas russos ligados ao governo de Vladimir Putin, o que comprometeu Roman Abramovich, antigo dono do Chelsea.

Com as sanções estabelecidas, Abramovich não poderá ficar com o valor da venda, o valor será então doado para instituições que auxiliam a população da Ucrânia diante da guerra.

Enquanto Abramovich era dono do Chelsea, as sanções atingiam o clube que não podia durante todo esse tempo realizar movimentações. O clube sofreu com o congelamento de transferências de jogadores, teve suas lojas oficiais fechadas, entre outras medidas. Com a venda, as sanções impostas pelo governo foram retiradas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.