Procurando emprego? Saiba como a tecnologia pode ser uma grande aliada

Com centenas de desempregados no Brasil, a busca por uma oportunidade de emprego pode contar com uma “mãozinha”. Está cada vez mais fácil se candidatar a uma vaga de trabalho e, no mercado, plataforma permite cadastro de currículo em 4 minutos.

Procurando emprego? Saiba como a tecnologia pode ser uma grande aliada
Procurando emprego? Saiba como a tecnologia pode ser uma grande aliada (Imagem: Montagem/FDR)

De alguns bons anos para cá, a evolução do mercado de trabalho e as conexões mudaram, assim como o recrutamento, seleção e contratação.

Com a internet, praticamente tudo é feito remotamente: da criação do currículo à conquista da vaga.

Acontece que nem todas as plataformas disponíveis no mercado agradam.

Por serem burocráticas demais, exigirem muito tempo dos candidatos ou demandarem longos processos remotos, algumas empresas acabam expondo os candidatos a situações de ansiedade e cansaço, causando a desistência.

Dificuldades na busca por emprego

Não é difícil encontrar relatos de más experiências nas redes sociais. Entre as críticas, destaque para alguns pontos mais citados:

Demora na comunicação (se houve ou não aprovação à vaga); testes complexos e longos; erros no tratamento e/ou incoerências; muitas etapas e, às vezes, injustificadas.

O time da Selecty, uma HR Tech curitibana, tem uma trajetória robusta na esteira de contratações e sabe bem o papel de uma boa seleção, especialmente à distância.

Com 13 anos de mercado, a plataforma foi desenvolvida juntamente com profissionais de Recursos Humanos (RH).

 “Durante toda nossa história estivemos muito presentes no dia a dia das consultorias de RH e dos departamentos de RH das empresas, verificando a real necessidade e a forma de trabalhar dos profissionais da área, e como melhorar a experiência dos candidatos na busca pelo trabalho ideal. Desde o início, temos profissionais do recrutamento e seleção sugerindo diretamente novos recursos para o sistema. Ou seja, profissionais atuantes ajudando na construção de um sistema para ajudar em seu próprio trabalho”, explica Ana Paula Pereira, Head de vendas na Selecty..

Quando a empresa criou a plataforma, levou em conta a necessidade e a experiência de todos os envolvidos no processo, entregando um produto que facilita a rotina de trabalho dos selecionadores e candidatos.

 “Mas não para por aí, a Selecty tem uma responsabilidade muito grande também com o candidato. Então, ele deve ter uma excelente experiência nas suas candidaturas dentro da plataforma, facilidade de uso, sem nenhuma complexidade ou etapas que desestimulem o cadastro”, afirma.

Para alcançar esses objetivos, além de construir um cenário baseado na experiência de profissionais de R&S e candidatos, o diferencial se concentra nos bastidores da telinha: são os recursos de inteligência artificial.

Algoritmos feitos para automatizar o processo, triar currículos, ranquear candidatos e fazer tal qual o cupido na mitologia: aproximam empresa e candidato. Se der match, a vaga foi preenchida.

O que pode parecer um processo demorado, na plataforma da Selecty se conclui em somente 240 segundos – ou 4 minutos.

Isso porque a Selecty dispõe de uma ferramenta que permite que o candidato envie o currículo que já tem pronto, em DOC ou PDF, sem precisar digitar todas as informações a cada candidatura. A plataforma lê o currículo e o candidato só precisa complementar com as informações que não estão presentes. O portal é de simples utilização, sem complexidade.

“De fácil compreensão para que todos possam se cadastrar nas vagas. Inclusive, é um portal 100% acessível para pessoas cegas”.

Para conhecer, acesse o Site da Selecty.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.