Auxílio Brasil retoma os seus pagamentos em maio; veja os valores, datas e demais informes

Pontos-chave
  • Auxílio Brasil é confirmado em maio;
  • Segurados podem consultar o valor de seus extratos;
  • Veja quais benefícios extras serão concedidos.

Segurados do Auxílio Brasil tem o pagamento de maio confirmado. A partir do próximo dia 18, o Governo Federal iniciará os novos repasses do seu projeto social. A média das mensalidades permanece em R$ 250, mas há quem consiga receber R$ 400. Abaixo, confira as datas e como consultar o seu extrato bancário.

Auxílio Brasil retoma os seus pagamentos em maio; veja os valores, datas e demais informes (Imagem: FDR)
Auxílio Brasil retoma os seus pagamentos em maio; veja os valores, datas e demais informes (Imagem: FDR)

Mais de 17,5 milhões de brasileiros estão recebendo os abonos do Auxílio Brasil. Destinado para a população em situação de vulnerabilidade, o abono permanece sendo pago pelo Caixa Tem. As datas dos depósitos de maio já estão disponíveis, organizadas com base no número final do NIS.

Confira o calendário do Auxílio Brasil de maio 2022:

  • Final do NIS 1 – 18 de maio
  • Final do NIS 2 – 19 de maio
  • Final do NIS 3 – 20 de maio
  • Final do NIS 4 – 23 de maio
  • Final do NIS 5 – 24 de maio
  • Final do NIS 6 – 25 de maio
  • Final do NIS 7 – 26 de maio
  • Final do NIS 8 – 27 de maio
  • Final do NIS 9 – 30 de maio
  • Final do NIS 0 – 31 de maio

 Como saber o valor do meu Auxílio Brasil?

A consulta do extrato bancário pode ser feita através do app do projeto. O cidadão deve seguir as etapas abaixo:

  • Faça o download do aplicativo do Auxílio Brasil;
  • Inicie o acesso inserindo o número do CPF;
  • Em seguida, crie uma senha e conclua o acesso;
  • Após entrar no aplicativo, na tela inicial, clique no botão de consulta dos valores;

Lista dos benefícios concedidos em maio

  • Benefício Primeira Infância: famílias com crianças de até 3 anos recebem o valor de R$ 130;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: jovens de 18 a 21 anos incompletos recebem R$ 65, o intuito é o incentivo para que os jovens concluam a escolarização;
  • Benefício Composição Familiar: para famílias que tenham gestantes, ou pessoas de 3 a 17 anos de idade, ou de 18 a 21 anos matriculados na educação básica. O valor do benefício será de R$ 65 por pessoa, no limite de até cinco benefícios por família;
  • Auxílio Esporte Escolar: estudantes de 12 a 17 anos incompletos que se destacam em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros e que são de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil recebem parcela única de R$ 1 mil ou R$ 100 mensais;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas. O valor é de 12 parcelas mensais de R$ 100 ou R$ 1 mil em parcela única;
  • Auxílio Criança Cidadã: para o responsável de criança de até 4 anos incompletos que tenha fonte de renda, mas não consiga vaga em creches públicas ou de rede conveniada. O valor é de R$ 200 para crianças matriculadas em período parcial e R$ 300 em período integral;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: destinado para agricultores familiares inscritos no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). O valor recebido deve ser de R$ 200;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: destinado para quem comprovar vínculo de emprego formal. Valor recebido deve ser de R$ 200;
  • Regra de Emancipação: para beneficiários que tiveram aumento de renda per capita ultrapassando o limite para a inclusão no auxílio, estes serão mantidos na folha de pagamento por mais 24 meses.

Pagamento pelo Caixa Tem

Como de costume, o Governo Federal faz os depósitos para as contas do Caixa Tem. Se você perdeu o seu acesso de login, para recuperar basta seguir as etapas abaixo:

  • Instale o aplicativo em seu celular. Ele está disponível, de maneira totalmente gratuita, para dispositivos móveis com sistemas AndroidiOS;
  • Abra o Caixa Tem e clique em entrar;
  • Em seguida, toque em “cadastre-se”;
  • Informe os seus dados pessoais, como dígitos do CPF, nome completo, número do telefone celular, data de nascimento, CEP e endereço de e-mail;
  • Feito isso, será necessário criar uma senha numérica de, no mínimo, seis dígitos. Não pode ser igual ao seu CPF e nem ter repetições em sequência, como “123456”. O sistema também não permite que você use a sua data de nascimento como senha;
  • Depois de escolher sua senha e informá-la nos campos dispostos no app, toque em “não sou um robô”;
  • Em seguida, vá até a sua caixa de e-mail e procure por uma mensagem com o título “Login Caixa” e, após encontrá-la, clique no link para validar seu cadastro. Não encontrou o e-mail? Não se esqueça de conferir a sua caixa de “spam”;
  • Ao clicar no link do e-mail para validar seu cadastro, você terá acesso à tela de menu do Caixa Tem;
  • Para usar os recursos, volte ao aplicativo e toque na opção “liberar acesso”;
  • Quando um chat automático aparecer na tela de seu celular, vá na opção “toque aqui para realizar seu primeiro acesso”;
  • Feito isso, o próximo passo será o de validar o seu celular. A Caixa pede que o usuário faça isso para evitar fraudes nos cadastros, possibilitando o acesso apenas para você e mais ninguém;
  • Na próxima tela que aparecer, toque em “continuar”;
  • Em seguida, toque em “receber código”;
  • Um código será encaminhado por SMS. Informe-o no campo solicitado do app;
  • Depois disso, você vai dar um nome para o seu celular. Pode ser qualquer um;
  • Escolheu o nome? Pronto! Seu celular está devidamente validado e você já poderá acessar todas as funcionalidades do Caixa Tem.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.