Especialista dá dicas de como utilizar o adiantamento do 13º para aposentados, pensionista

Abono natalino do INSS começa a ser pago na próxima semana. Buscando movimentar o PIB nacional, o Governo Federal aprovou a antecipação do 13º salário para os aposentados e pensionistas. O abono será concedido entre abril e maio. Abaixo, um especialista te explica como utilizar a quantia de forma responsável. Confira.

Especialista dá dicas de como utilizar o adiantamento do 13º para aposentados, pensionista (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Especialista dá dicas de como utilizar o adiantamento do 13º para aposentados, pensionista (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Em tempos de crise econômica, a antecipação do 13º salário do INSS deverá beneficiar milhares de segurados. Apesar da liberação parecer positiva, ela precisa ser utilizada de forma responsável uma vez que no fim do ano não haverá um novo pagamento extra.

Para quem está em inadimplência ou financeiramente apertado, o economista e professor parceiro do Centro Universitário FIEO, Marco Antonio Cordeiro, explica como não criar novas dívidas mediante a antecipação do abono.

Em entrevista exclusiva para o FDR, Marco Antonio traz todos os detalhes sobre o pagamento do 13º salário do INSS, com alertas para possíveis golpes e mais. Confira:

Por onde os beneficiários podem ver quando recebem?

As informações podem ser consultadas por telefone, pelo número 135 ou pelo site:  https://meu.inss.gov.br/

Quais são os golpes mais frequentes?

Os golpes mais frequentes, são aqueles em que criminosos, se fazem passar por um Agente do INSS, ou por algum Banco Comercial, principalmente o Banco pelo qual o aposentado recebe sua aposentadoria, solicitando dados, senhas, confirmações de valor do benefício. Outro golpe também são criminosos que tentam vender o empréstimo consignado para o 13º.

Quais são as principais dicas para não cair em golpes?

Não passar nenhuma informação, nem confirmar dados por telefone, whatssap, não abrir arquivos de mensagens enviadas por celular, ou e-mail.

Não fornecer (emprestar), nem por um minuto, o cartão do INSS (para saque bancário) a qualquer desconhecido, mesmo próximo a caixas eletrônicos dizendo ser funcionário do banco. O ideal e entrar na agencia bancaria e solicitar informações ou ajuda para com o caixa eletrônico, de forma que o gerente irá indicar um funcionário para acompanhar o processo. Vale lembrar o INSS não entra em contato com ninguém por telefone ou celular, o sms do INSS possui a indicação do número 280-41.

Os criminosos querem sempre afirmar que “Há um problema” e que o benefício será bloqueado. Todas as tratativas do INSS ficam registradas no portal (site), o qual o beneficiário pode tomar ciência.

Caso aconteça algum golpe, a quem o beneficiário deve recorrer de forma rápida?

Caso sofra um golpe, registre um Boletim de Ocorrência e comunique aos órgãos envolvidos (por exemplo, o próprio INSS e o banco em que recebe o benefício, se for o caso).

Como calcular o valor do meu 13º salário já contabilizando os descontos tributários?

A primeira parcela é exatamente 50% do valor do benefício, sem desconto algum. Já a 2º parcela pode incidir Imposto de Renda, (conforme tabela do IRPF em relação ao valor do benefício).

Se eu não for contemplado, como posso acionar o INSS e solicitar o pagamento?

É importante entender as regras pelo site https://meu.inss.gov.br/ , ou até mesmo através do CPF junto ao número de telefone 135, e conforme informações procurar um dos postos da Previdência (INSS).

Quais são os maiores riscos dessa antecipação do 13º salário?

O risco para o brasileiro, que ao longo de uma vida toda, não recebeu educação financeira, é o mau uso do dinheiro, e em muitos casos a partir desse valor contrair um endividamento. Um exemplo, o beneficiado recebe uma quantia e acredita ser possível efetuar uma pequena reforma em sua casa, e após começar a reforma nota que o valor será 3 ou 4 vezes maior que o benefício recebido.

Não utilizar o recurso para liquidar dívidas.

A liberação do valor afeta a minha declaração do Imposto de Renda ou alguma outra obrigação tributária?

Não, porque na verdade esse valor recebido em 2022 de forma antecipada será declarado no IRPF 2023, isto se o valor total de recebimento no ano de 2022 estiver na faixa de valor obrigatório de declaração. Conforme o valor do benefício incidirá ou não o Imposto de Renda na 2º parcela, assim o valor da primeira parcela será maior que o da segunda.

Vou ter direito a um novo 13º salário em dezembro?

Por enquanto não. Há um projeto de lei em trânsito no Congresso Nacional, o qual contempla o pagamento do 14º salário. Mas neste momento não existe, talvez pela agenda política não aconteça em 2022.

Informa algumas dicas de como utilizar esse dinheiro de forma

Consciente. Todo recurso que chega em nossas mãos deve ser bem administrado, e com o 13º salário, não pode ser diferente. Sabemos que o brasileiro com a inflação perdeu significativamente o poder de compra com seus salários, aposentadorias, benefícios, etc. Mas o momento pede calma e cautela.

Para quem possui alguma dívida, o melhor destino para o 13º é negociá-las. Atente-se a palavra “negociar”, ou seja, não pague simplesmente, de posse do dinheiro você tem poder de negociação, exija desconto, um valor diferente para quitar; ou seja, faça com que seu 13º se multiplique dessa forma, negocie ao máximo para que possa fazer outras negociações ou até mesmo sobre algum recurso para você desfrutar.

Para quem, não possui dívidas, não precisa usar o 13º para sair do endividamento, o ideal é migar para o “status de investidor”, assim procurar investir o dinheiro em Ações, CDBs, Títulos do Tesouro, ou até mesmo Poupança, se o prazo previsto para utilização do dinheiro for curto. Na dificuldade da escolha converse com o gerente do seu banco, e peça para ele uma orientação como se o pai ou mãe dele estivesse perguntando….

É importante para o aposentado ter uma reserva, o que poderá trazer uma sensação de segurança e paz.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.