Saque extraordinário do FGTS: quando começam os depósitos?

Uma das medidas mais aguardadas pelos trabalhadores com carteira assinada, o saque extraordinário do FGTS será implementado neste mês de abril. Os depósitos serão feitos automaticamente em contas abertas na Caixa, de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. A quantia disponibilizada dependerá do saldo nas contas, mas o limite é R$ 1 mil. Saiba todos os detalhes a seguir.

Quando começam os depósitos?

Os depósitos do saque extraordinário do FGTS começam no dia 20 de abril. Os pagamentos serão feitos de acordo com o mês de aniversário do trabalhador, conforme o calendário abaixo:

  • Nascidos em janeiro: 20 de abril
  • Nascidos em fevereiro: 30 de abril
  • Nascidos em março: 4 de maio
  • Nascidos em abril: 11 de maio
  • Nascidos em maio: 14 de maio
  • Nascidos em junho: 18 de maio
  • Nascidos em julho: 21 de maio
  • Nascidos em agosto: 25 de maio
  • Nascidos em setembro: 28 de maio
  • Nascidos em outubro: 1º de junho
  • Nascidos em novembro: 8 de junho
  • Nascidos em dezembro: 15 de junho

Quem tem direito?

Têm direito ao saque extraordinário todos os trabalhadores que possuam saldo no FGTS. Tanto as contas ativas (empregos atuais), quanto as contas inativas (empregos anteriores) serão consideradas.

Quem tiver acessado outras modalidades de saque do FGTS, como saque-aniversário e saque-rescisão, poderá usufruir do saque extraordinário. Bastar ter saldo no fundo.

Da mesma forma, o saque extraordinário não impede que o trabalhador acesse as outras modalidades de saque ou use o dinheiro do FGTS para financiamento imobiliário, por exemplo.

Qual valor posso sacar?

O valor limite para saque é R$ 1 mil. Mas o governo transferirá o dinheiro que houver nas contas do FGTS, até o limite de R$ 1 mil. Portanto, se o trabalhador tiver um valor menor no fundo, de R$ 500, por exemplo, será esse o valor disponibilizado.

Se o trabalhador tiver mais de uma conta no FGTS, o governo adotará a seguinte ordem de prioridade para fazer as retiradas de dinheiro:

  • Primeiro as contas inativas, começando pelas de menor saldo
  • Depois as contas ativas, também começando pelas de menor saldo

Onde o dinheiro será depositado?

O dinheiro será depositado em uma conta poupança social digital da Caixa, a mesma usada para pagar o Auxílio Brasil e outros benefícios sociais. A Caixa abrirá automaticamente a conta para quem ainda não a tiver.

O trabalhador poderá usar o app Caixa Tem para consultar o saldo da conta, fazer transferências para outras contas e também fazer pagamentos. Será possível, por exemplo, pagar contas e boletos, usar cartão de débito virtual e fazer compras em estabelecimentos comerciais pagando com QR Code.

Até quando posso sacar?

Após o depósito, os trabalhadores poderão retirar o dinheiro da conta até 15 de dezembro. Após essa data, o dinheiro que ainda estiver na conta volta para o FGTS.

E se eu não quiser sacar?

É importante destacar que o trabalhador não é obrigado a sacar o dinheiro depositado. Há duas opções para quem não quiser usufruir do saque extraordinário do FGTS:

  • Deixar o dinheiro na conta da Caixa e esperar que ele retorne para o FGTS após 15 de dezembro
  • Solicitar que o dinheiro não seja depositado ou que retorne para o FGTS após o depósito. A solicitação pode ser feita até o dia 10 de novembro pelo app FGTS ou nas agências da Caixa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.