Vai receber o saque extraordinário do FGTS? Saiba como aproveitar para quitar as dívidas

Não vê a hora de colocar a mão no dinheiro do saque extraordinário do FGTS? Antes de sair gastando tudo por aí, é importante planejar bem o destino desse recurso para não desperdiçar boas oportunidades. E se você quer aproveitar para quitar as dívidas, você precisa ler esse artigo até o final para fazer isso do jeito certo!

Os trabalhadores que possuem contas ativas e inativas junto ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) terão direito a efetuar um saque extraordinário de até R$ 1 mil. O crédito será liberado a partir do dia 20 de abril e será viabilizado principalmente através da Caixa Econômica e Caixa Aqui. Se você quer saber mais sobre este assunto, não deixe de conferir este artigo: Quer receber o saque extraordinário de R$ 1.000 do FGTS? Saiba como solicitar

Atualmente, o cartão de crédito é o campeão das contas em atraso, mas nem sempre valerá a pena utilizar o saque extraordinário para abater o saldo devedor do cartão de crédito. A estratégia para pagamento de valores inadimplentes com cartão de crédito é bem simples: ou você quita tudo ou você não quita nada, pelo menos não por enquanto. 

Ou seja, se o valor em atraso for maior que R$ 1.000,00, como o valor dos juros crescem muito rapidamente, não valerá a pena priorizar essa dívida agora, uma vez que você não conseguirá quitar todo o débito.  

Uma alternativa seria buscar um empréstimo com juros menores que os juros do rotativo do cartão e, desta forma, estancar o crescimento exponencial do valor da dívida. Optando por essa solução, é altamente recomendável que você suspenda o uso do cartão de crédito para evitar de contrair mais dívidas e acabar se enrolando em uma bola de neve. 

No entanto, se a contratação de um empréstimo não é viável para neste momento, é melhor estipular um valor alvo para quitação que você considere justo e ir negociando com a operadora do cartão de crédito para conseguir quitar integralmente depois de alguns meses. 

O inconveniente é que, durante o período de negociação, o seu nome constará nos órgãos de restrição ao crédito e você será incomodado com ligações de cobrança. Mas, pelo menos, você não irá ficar pagando e pagando em vão. 

Guarde esse dinheiro, preferencialmente em um banco diferente do banco onde você tem a dívida, até conseguir usá-lo para eliminar a dívida de fato. A mesma estratégia serve para dívidas vencidas no cheque especial. Ou quita tudo ou aguarda. 

Com relação aos empréstimos, você poderá usar a graninha extra para quitar parcelas em atraso ou antecipar as últimas parcelas, economizando em pagamento de juros e reduzindo o prazo da sua dívida. 

Mas, lembrando que, se você ainda não tem nenhuma reserva para possíveis emergências, não é recomendável que você use todo o dinheiro para antecipar as últimas parcelas, pois estará se expondo ao risco de um imprevisto acontecer e você acabar se endividando mais. 

E aí, gostou do artigo de hoje? Então não esquece de deixar seu comentário aqui para eu saber! 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Karem Ochsendorf
Formada em Engenharia Elétrica com ênfase em Telecomunicações, e graduanda em Filosofia. Atualmente, pesquisa e trabalha como Educadora Financeira com mais de 10 anos de experiência no mercado. No FDR, possui sua própria coluna com dicas e orientações sobre como lidar com as finanças de maneira positiva.