Novo Ministro do Trabalho quer mudar gratificações; entenda

Em sua posse, José Carlos Oliveira, Ministro do Trabalho, afirmou que pretende conversar com os funcionários do órgão. No entanto, ele não se comprometeu a conceder o reajuste pedido por eles.

Recife abre 400 vagas de emprego para profissionais da educação
Recife abre 400 vagas de emprego para profissionais da educação (Imagem: FDR)

O novo ministro do Trabalho e da Previdência Social, José Carlos Oliveira, tomou posse na última quinta-feira, 31, em uma solenidade que contou com a participação do Presidente da República.

A posse aconteceu em meio a manifestação dos servidores do INSS que estão em greve desde o dia 23 desse mês.

Ministro do trabalho e gratificação

Segundo o ministro do Trabalho e Previdência, o governo tem trabalhado em uma MP (medida provisória) que vai conceder R$ 50 de gratificação aos servidores do INSS.

No entanto, esse valor não é exatamente o que a classe vem pedindo durante a greve.

Os servidores pedem um reajuste de 19,9% por conta de perdas salariais desde o início do governo Bolsonaro, em 2019.

Quando questionado sobre o reajuste, Oliveira afirmou não saber se há condições de atender as reivindicações dos manifestantes por completo.

“Estamos saindo de uma pandemia, na verdade não saímos ainda. Não sei se vai haver aumento ou se não vai haver aumento. Mesmo que não haja aumento, temos outras coisas que podem fazer um incremento [gratificação]”, declarou.

Além disso, Oliveira também afirmou que vai trabalhar com objetivo de reduzir a fila de processos acumulados, de acordo com ele já são 1,6 milhão de processos.

Essa fila acontece porque o segurado do INSS demora mais de cinco meses para conseguir um benefício.

Inclusive, em janeiro o tempo médio de concessão no INSS foi o maior desde abril de 2021, 94 dias.

Uma das ações já adotadas pelo Governo entrou em vigor em junho do ano passado, novos prazos para análise de benefícios que agora variam de 30 a 90 dias para concluir a avaliação, a depender do benefício.

Outro ponto que o Ministro tem trabalhando é para a realização de um concurso público no INSS.

“Talvez não seja no número que a gente solicitou, de 7500 [cargos]. Não sabemos qual vai ser o número“, afirmou ele em seu discurso de posse.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.