Ministério da Cidadania lança nova versão do aplicativo do Cadastro Único

Governo Federal faz mudanças em suas plataformas digitais. Nessa quarta-feira (30), o Ministério da Cidadania informou que acaba de criar um novo aplicativo para os usuários do Cadastro Único. A atual versão do projeto traz novas opções de serviços. Saiba os detalhes, abaixo.

O cadastro único é a principal porta de entrada dos vulneráveis nos projetos sociais do governo federal. Desse modo, o uso do seu aplicativo se torna indispensável. O Ministério da Cidadania fez atualizações na ferramenta que já se encontra disponível para ser baixada em celulares com sistema IOS e Android.

Novo app do CadÚnico

Segundo o próprio governo, são mais de 80 milhões de pessoas registradas no Cadastro Único. O novo aplicativo traz novas informações, como a possibilidade de autocadastramento e apresentação de mapa com os pontos de atendimento mais próximo, extratos de benefícios, notificações e assistente virtual (para esclarecer as principais dúvidas dos cadastrados).

A grande maioria dos registrados, estão vinculados a projetos como o Auxílio Brasil, Auxílio Gás e Tarifa Social de Energia Elétrica, além dos mutuários que financiaram moradias populares (Casa Verde Amarela), entre outros.

Autocadastramento

O Ministério da Cidadania explicou que o serviço de autocadastramento objetiva reduzir as filas de atendimento nas unidades de assistência social. Agora, o cidadão pode se registrar sozinho, anexando apenas seus documentos de identificação pessoal.

“A tecnologia vai facilitar ainda mais o acesso ao Cadastro Único, que é a porta de entrada do cidadão em situação de vulnerabilidade para os principais programas sociais do governo federal”, disse o ministro João Roma.

Quem pode se registrar no CadÚnico?

  • Ter renda familiar per capita igual ou menor que meio salário mínimo (R$ 606)
  • Ter renda familiar total de até 3 salários mínimos (R$ 3.636)
  • Se a renda for superior a 3 salários mínimos, é necessário que o cadastro no CadÚnico esteja ligado à concessão de benefícios específicos

Documentos exigidos:

  • RG
  • CPF
  • Certidão de Nascimento
  • Carteira de Trabalho
  • Título de Eleitor
  • Certidão de Casamento
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI)

Benefícios gerenciados pela plataforma:

  • Auxílio Brasil
  • Casa Verde e Amarela
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental
  • Carta Social
  • Carteira do Idoso
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos
  • Passe Livre para pessoas com deficiência
  • PETI – ​Programa de Erradicação do Trabalho Infantil
  • Programa Brasil Carinhoso
  • Programa de Cisternas
  • Pro Jovem Adolescente
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Telefone Popular

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.