Magalu (MGLU3) e Via (VIIA3) se enfrentam na Justiça; ações podem ser impactadas?

O Magalu (MGLU3) e Via (VIIA3) se acusam na Justiça de concorrência desleal e desrespeito à lei de proteção à propriedade intelectual. Desde o fim de 2021, O Magazine Luiza processa a Via. Poucos dias após, a Via entrou com ação contra o Magalu. As informações foram obtidas pelo Valor junto às peças públicas.

Segundo apurado pelo Valor, as empresas chegaram a conversar, por telefone. Apesar disso, as partes não entraram em acordo. Ambas as companhias já tiveram liminares favoráveis nas ações. Contudo, os processos seguem em andamento no Foro Central de São Paulo.

Acusações de Magalu (MGLU3) e Via (VIIA3)

O Magazine Luiza acusa a Via — dona das redes Ponto e Casas Bahia — de utilizar o mecanismo de busca do Google para desviar o seu tráfego para a companhia. Desse modo, tende a haver desvio de vendas.

O Magazine Luiza acionou a Justiça em 25 de novembro do ano passado, na véspera da Black Friday, com a solicitação de tutela de urgência enviado à 2ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem, em São Paulo — om o intuito de impedir a estratégia da concorrente.

A Via, por sua vez, realizou a mesma acusação contra o Magalu. A dona da Casas Bahia entrou com ação de teor parecido, em 1º de dezembro, na 1ª Vara Empresarial. Apesar de a Via solicitar sigilo do processo, não houve a autorização.

Na ação, o Magalu declara que a Via contratou serviços de anúncios patrocinados do Google, para que as marcas da Via surgissem com destaque — quando alguém digitasse as palavras “Magalu” e “Magazine Luiza” nos termos de pesquisa.

Com isso, procurar essas marcas na internet, apareceu, primeiro na página, a loja virtual do Ponto (ex-Ponto Frio) ou da Casas Bahia.

No caso da ação requerida pela Via, há o argumento de que o Magalu também usa essa mesma estratégia de vinculação de marcas às ferramentas de busca.

Perspectiva sobre as ações do Magalu (MGLU3) e Via (VIIA3)

Diante de incertezas, por parte dos investidores, relativas as vendas mais fracas, as ações das duas companhias passam por perdas na Bolsa de Valores. No período de um ano, ambas possuem desvalorização próxima a 70%.

Com essa recente notícia negativa, sobre a briga judicial, a pressão sobre os papéis pode se intensificar. Na última sexta-feira (28), as ações do Magalu registraram queda de 7,06%, a R$ 6,71%. Já os papéis da Via tiveram redução de 1,08%, a R$ 4,57.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.