15 Dicas para escolher o curso ideal nas inscrições do SISU, PROUNI ou FIES 2022

Pontos-chave
  • Processos seletivos do governo federal para ingresso no ensino superior começam muito em breve;
  • O FDR separou 15 dicas importantes para te ajudar a escolher sua profissão;
  • Pesquisas apontam que os jovens sentem dificuldade em tomar essa decisão.

O resultado com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) será publicada no próximo dia 11. Dias depois começarão os processos seletivos nos principais programas de ensino superior do Brasil. E você, já decidiu qual curso vai optar nas inscrições do SISU, PROUNI ou FIES deste ano?.

Os três sistemas possuem, entre tantas outros, um ponto equivalente. É que eles dependem da participação do candidato na prova do ENEM para que seja feita a classificação.

Então, para quem participou da edição de 2021 as inscrições estarão abertas. O FIES ainda aceita a nota desde a edição de 2010, ou seja, não necessariamente de quem participou da prova mais recente.

O grande objetivo destes três programas é garantir que a população brasileira consiga ingressar no ensino superior. Mas, pensar em qual curso escolher para ser a sua profissão não é assim tão fácil.

De acordo com o Terra, pesquisas apontam que os jovens sentem dificuldade em tomar essa decisão. Uma das explicações é a idade, alguns terminam o Ensino Médio com 17 anos e já precisam ter maturidade suficiente para escolher seu curso.

Tanto o SISU, PROUNI e o FIES, dão ao candidato a chance de disputar pela vaga em dois cursos diferentes. Mas, dando prioridade de seleção para a primeira alternativa.

Por isso, o FDR separou 15 dicas importantes para te ajudar a escolher sua profissão. E a entrar no processo seletivo com certeza de que está fazendo a escolha correta.

Como escolher o curso no SISU, PROUNI e FIES

  1. Faça testes vocacionais – comece hoje a procurar por testes vocacionais que poderão lhe oferecer uma direção sobre o que combina mais com seu perfil;
  2. Crie uma lista de possíveis cursos – escrever o que está pensando é uma boa forma de tornar “mais claro” seus pensamentos;
  3. Pesquise o mercado de trabalho – você sabe se existem boas vagas para a profissão que escolheu? e o valor de salário? esse tipo de pesquisa é muito importante;
  4. Peça sugestão dos seus professores – eles sabem exatamente no que academicamente você é bom, e podem te sugerir alguns cursos;
  5. Estude sobre a universidade que escolheu – pesquise sobre o campus, os professores, a nota do curso desta instituição no MEC e faça suas considerações;
  6. Liste tudo aquilo em que você é bom – ser atencioso com os mais velhos, por exemplo, é uma qualidade sua que pode te mostrar o interesse por profissões com atendimento, relação com o público e até mesmo saúde;
  7. Liste tudo aquilo em que você não é bom – não suporta ver sangue? Bom, então já podemos descartar todos os cursos relacionados a saúde;
  8. Procure um profissional formado no curso que você almeja – ouvir de quem está ativo no mercado como é o dia a dia da profissão pode ser um divisor de águas pra você;
  9. Converse com sua família sobre suas opções – receber ajuda nesse sentido é sempre bom, nada melhor do que quem mora com você para te mostrar suas qualidades;
  10. Não tome essa decisão por impulso – quantas pessoas você conhece que mudaram o curso porque não pensaram bem antes de se inscrever? Tome essa decisão com calma, dê tempo ao tempo;
  11. Ignore os pensamentos negativos – “ah, mas pedagogia para cuidar do filho dos outros?”. Pode ter certeza que alguém vai querer desmerecer sua escolha, mas seja firme, não adianta fazer algo só por conveniência, precisa amar o que faz;
  12. Peça ajuda e profissionais como psicólogos e analistas – se decidir seu curso é mais difícil do que parece, profissionais de análise comportamental podem te dar um empurrãozinho;
  13. Testes seus dons como profissional – não precisa ser na prática, mas mentalize uma situação problema vivenciada com o curso que escolheu. Acha que conseguiria dar conta disso?
  14. Nenhum curso é fácil – acredite, não é porque você é bom em matemática que escolher engenharia será mais simples. É preciso considerar que todos os cursos são complexos, mas que a universidade serve mesmo para te fazer aprender;
  15. Não tenha pressa – está competindo com quem mesmo? Seu maior amigo e inimigo estão na mesma pessoa: você. Se ajude, evite pensamentos sobre cobrança e torne mais leve a escolha da sua profissão.

Processos seletivos

Atenção, os processos seletivos do governo federal para ingresso no ensino superior começam muito em breve.

  • Inscrições para o Sisu15 a 18/02
  • Inscrições para o Prouni: 22 a 25/02
  • inscrições para o Fies: 08 a 11/03

Quem se inscrever no SISU, por exemplo, também pode tentar uma vaga no PROUNI. Mas é preciso ficar de olho nos requisitos, porque o primeiro programa aceita todos sem consideração de renda.

Enquanto isso, o PROUNI só aceita as inscrições de quem comprovar renda família máxima de até três salários mínimos.

Outra informação importante é a de quem conseguir bolsa de 50% no PROUNI, pode tentar o financiamento do restante do curso no FIES.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.