Bitz, carteira digital do Bradesco, alcança 3 milhões de clientes; saiba como abrir conta

Pontos-chave
  • O Bradesco tem a carteira digital Bitz;
  • A carteira alcançou mais de 5 milhões de downloads;
  • Esse é o terceiro tripé do banco junto do Next e Digio

A Bitz é a carteira digital do Bradesco, que alcançou a marca de cinco milhões de downloads em seu aplicativo e de três milhões de clientes ativos em pouco mais de um ano após o seu lançamento.

Junto com os bancos Next e Digio,o Bitz como um tripé estratégico do Bradesco para crescer no meio digital por meio de startups separadas e independentes.

De acordo com o CEO do Bitz, Curt Zimmermann, a ideia é elevar o patamar de segurança que o segmento entrega para os usuários e ter

“Estamos elevando o patamar de segurança que o segmento entrega para os usuários e obtendo crescimento acima das nossas expectativas”, afirma o CEO do Bitz, Curt Zimmermann.

A instituição disse que o Bitz comprova sua vocação para ser a porta de entrada à bancarização e digitalização dos serviços financeiros de brasileiros, já que 86% de seus clientes não tinha nenhuma relação com o ecossistema Bradesco.

O objetivo é se tornar um superapp, a fintech quer ampliar a oferta de produtos e serviços, por meio de parcerias como as que já foram feitas com a Livelo,Veloe e ShopFácil. Além disso, será anunciado em breve um acordo com a Losango, para ofertar aos clientes crédito pessoal.

Aplicativo

O aplicativo do Bitz dispõe de funções como pagamento e recebimento direto do celular, TEDs gratuitas, Pix, pagamento de contas, boletos e recargas pelo celular, além de cartão de débito e cartão virtual para realizar compras na internet.

Como abrir conta?

A abertura da conta pode ser feita sem burocracia e em poucos minutos. Primeiro, só baixar o aplicativo.

Depois disso, é preciso preencher o formulário para abrir a conta como dados pessoais como CPF, celular, e-mail, nome completo, data de nascimento e endereço. A carteira não requer comprovação de renda nem aprovação de crédito para a criação da conta Bitz.

Com a conta aberta, algumas funções ainda estarão indisponíveis até que o correntista valide a sua identidade por meio de uma selfie e foto de um documento de identificação oficial com foto.

Como funciona a conta?

A conta possui serviços como cashback, pagamentos online e rendimento de 100% do CDI do saldo em conta. Ao pagar uma conta pela Bitz, o cliente recebe 20% de volta, no valor limitado de R$ 5 até R$ 20 por mês.

Pelo aplicativo, é possível receber e pagar, fazer transferências, pagar contas e boletos, além de recarregar o celular. Clientes MEI, ME ou Eireli também têm a opção de gerar cobranças para os clientes por meio de boletos.

Como funciona o cartão?

Além disso, é ofertado um cartão físico de débito com bandeira Elo e tecnologia de pagamento por aproximação, chamado de NFC. O plástico funciona como um cartão pré-pago, então é necessário depositar dinheiro na conta Bitz para ter saldo para utilizá-lo diretamente nas lojas.

Não é cobrada anuidade nem custo para a emissão da primeira via do cartão físico.

Há ainda o cartão pré-pago, que pode ser gerado no aplicativo para realizar compras online.O cartão funciona apenas para compras à vista e o valor da compra é limitado ao saldo da carteira.

Quais as taxas cobradas?

A conta oferece isenção de mensalidade, entre outros serviços gratuitos, como TEDs ilimitadas, envio de dinheiro entre contas Bitz, pagamento com QR Code e boletos, recarga de celular e depósito por boleto.

Porém, os saques realizados em Banco24Horas é cobrada uma taxa de R$ 7,90 por movimentação. A opção de gerar QR Code para cobranças custa uma taxa de 1,99% no débito, e de 4,99% no crédito. E para pedir uma segunda via do cartão Bitz é cobrado um valor de R$ 12,90.

Outras apostas do Bradesco

O Bradesco criou um plano arrojado para o seu banco digital Next. O banco quer levar o seu digital para a Bolsa de Valores focando neste ano de 2022 que terá grandes acontecimentos.

Tendo a previsão de um 2022 turbulento pelo calendário político, inflação e o alto juros, o banco está projetando um IPO para subsidiar digital no final de 2021, de acordo com o presidente Octavio de Lazari Jr. 

De acordo com a Pipeline, há razões para isso que vão além da janela fechada para IPOs: o banco considera que o prazo seria suficiente para o Next chegar à marca de 15 a 20 milhões de clientes e possivelmente se tornar rentável.

Essa projeção interna considera ainda uma eventual desaceleração na captação de clientes no ano de 2022, de acordo com o contexto econômico, para retomada de ritmo no ano seguinte.

Atualmente, o Next possui cerca de 7,7 milhões de clientes. Mesmo tendo sido criado em 2017, foi neste ano que ganhou posição de destaque no grupo, captando 5 milhões de clientes sob o comando de Renato Ejnsman, executivo há 14 anos no Bradesco e que assumiu como CEO do banco digital em março.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.