Novidades à caminho: Banco Central divulga agenda de pesquisas dos próximos anos

O Banco Central divulgou nesta quarta, 5, a Agenda de Pesquisa para o período entre 2021 a 2024. Confira os detalhes logo abaixo.

publicidade

“A medida está alinhada às melhores práticas de governança de pesquisa de instituições de referência, como por exemplo, as dos bancos centrais da Inglaterra e Alemanha”. Esta é a primeira vez que o BC utiliza a Agenda de Pesquisa.

No documento, que compreende as entregas da Agenda BC, constam os temas que irão guiar as pesquisas entre os anos citados. A definição dos tópicos consideraram a missão institucional e os objetivos estratégicos do Banco Central e os desafios que vieram junto com as novas tecnologias.

A agenda também será usada como referência para definir as pesquisas no âmbito do Departamento de Estudos e Pesquisas (Depep), que possuem uma governança bem estruturada, com apresentação, defesa e aprovação de projetos.

publicidade

“Os temas elencados no documento vão além daqueles que atualmente estão sendo desenvolvidos, pois sinalizam quais áreas novas estão despertando interesse na instituição. Por outro lado, a agenda não é exaustiva, ou seja, pesquisas em temas ou questões não abordadas podem ser desenvolvidas, pois a realidade é dinâmica e é importante garantir espaço para o surgimento de novas ideias”, disse o BC.

Esta agenda de pesquisas é relevante também tanto para o desenho das necessidades de aprendizagem, como para a sinalização de temas relevantes e de interesse para os servidores que estão entrando no Programa de Pós-Graduação (PPG).

A divulgação da agenda fortalece ainda a colaboração externa, quando comunica para a comunidade de pesquisadores a respeito de temas e questões de interesse da instituição.

Para os anos entre 2021 e 2024, as tres grandes áreas de pesquisa serão: SFN: Eficiência, Estabilidade e seus efeitos na economia real; Inovação Tecnológica; e Macroeconomia, Finanças e Política Monetária.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Banco Central do Brasil 

O Banco Central do Brasil é uma autarquia federal integrante do Sistema Financeiro Nacional sem vinculação a Ministério. Foi criado em 31 de dezembro de 1964 pela Lei nº 4.595 e iniciou suas atividades em março de 1965, tendo em vista que a Lei nº 4.595 entrou em vigor 90 dias após sua publicação.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.