Golpe do exame de sangue gera prejuízo de US$ 9 bi e acusões contra empresária; entenda

Elizabeth Holmes, ex-CEO e fundadora da Theranos, foi considerada culpada de quatro acusações era seu julgamento criminal. Ela foi condenada por três acusações de fraude eletrônica e uma por conspiração para cometer fraude eletrônica. 

publicidade

A empresária também foi considerada inocente por três acusações adicionais de fraude eletrônica e uma acusação de conspiração para cometer fraude eletrônica.

Elizabeth poderá pegar até 20 anos de prisão e ainda ter que pagar uma multa de US$250 mil, cerca de R$1,4 milhão de reais, acrescido de uma restituição para cada acusação de fraude eletrônica e cada contagem de conspiração.

Entenda o caso 

Elizabeth Holmes, que disse ter revolucionado a realização de exames de sangue, teve que enfrentar nove acusações de fraude eletrônica federal e duas acusações de conspiração para cometer fraude eletrônica por conta de alegações de que ela mentiu de forma intencional para investidores, médicos e pacientes sobre a capacidade de sua empresa de realizar exames de sangue para pegar dinheiro e sustentar a startup.

publicidade

O veredicto foi dado após um julgamento extenso que começou no último ano. O julgamento foi adiado por conta da pandemia e também pelo nascimento do filho da empresária indiciada pela primeira vez há mais de três anos. 

Holmes fundou a Theranos em 2003, quando tinha apenas 19 anos, e acabou largando a universidade Stanford no segundo ano para se dedicar somente ao negócio.

Após 10 anos de operação, a startup começou a divulgar de forma pública sua capacidade de testar doenças como câncer e diabetes com apenas algumas gotas de sangue colhidas por uma picada no dedo e comunicou uma parceria de varejo com a Walgreens.

A promessa da empresa foi comprada por muitos. A Theranos conseguiu arrecadar US$ 945 milhões de pessoas importantes, incluindo o magnata da mídia Rupert Murdoch, o fundador da Oracle Larry Ellison, a família Walton do Walmart e a família bilionária da ex-secretária de Educação Betsy DeVos.

Isto fez com que a Theranos chegasse a ser avaliada em US$9 bilhões, fazendo com que Elizabeth se tornasse, durante um período, uma bilionária de papel. 

Porém, a maré começou a virar após uma investigação do jornal Wall Street, em 2015, que mostrou que a empresa estava utilizando sua tecnologia proprietária somente para cerca de uma dúzia das centenas de testes que oferecia, e que sua precisão era questionável.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.