Certidões Negativas passam a ser emitidas apenas pela internet em 2022

Governo federal altera o funcionamento das certidões negativas. Nessa terça-feira (28), foi publicado um informe no Diário Oficial da União especificando como funcionará a emissão e liberação dos comprovantes de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional. O documento é destinado aos inadimplentes. Acompanhe.

publicidade

Os brasileiros devem ficar atentos as mudanças na concessão das certidões negativas. De acordo com a Portaria Conjunta RFB/PGFN nº 103, de 20 de dezembro de 2021, que altera a Portaria Conjunta RFB/PGFN nº 1.751, de 2 de outubro de 2014, o documento agora só será disponibilizado pela internet.

A medida passa a ser válida a partir de janeiro de 2022. Isso significa dizer que todas as certidões negativas de débitos (CND) e positivas com efeitos de negativa de débitos (CPEN) agora devem ser emitidas pela plataforma digital do poder público.

Quando não for possível gerar o documento no site da Receita Federal ou pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), a liberação, acompanhada da comprovação da solução das pendências impeditivas, deverá ser protocolada exclusivamente pela internet, via processo digital.

publicidade

Tipos de certidões e links de solicitações

  • Certidão da Receita Federal: Ela abrange tributos federais e Previdência Social. Caso a pessoa tenha algum tipo de pendência em qualquer um dos dois órgãos, não é possível a emissão. É necessário apenas digitar o CNPJ no link.
  • Certidão Municipal: cada prefeitura tem sua particularidade. Via de regra, sempre irá pedir a Inscrição Municipal junto com o CNPJ. Algumas prefeituras exigem o pagamento de taxas e também existem outras em que é necessário fazer a solicitação presencial. Vamos dar o exemplo aqui da Prefeitura de São Paulo, onde é preciso consultar o DUC (Demonstrativo Unificado do Contribuinte). É necessário colocar CNPJ e a senha web do contribuinte. Novamente neste caso, se qualquer taxa estiver em aberto, não é possível emitir a certidão.
  • Certidão Negativa de Protesto: essa certidão tem por finalidade comprovar a não existência de dívidas junto ao cartório de protestos.
  • Justiça do Trabalho: comprova se há ou não processos trabalhistas para pessoa física ou pessoa jurídica.
  • Certidão Negativa da Justiça Federal: essa solicitação é feita para identificar se a pessoa está respondendo ou já respondeu a algum processo criminal.
  • Certidão de FGTS: Você poderá consultar a situação de regularidade do empregador e obter o correspondente Certificado de Regularidade do FGTS – CRF, para os fins previstos em Lei.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!