Relatório Focus: Banco Central acertou ou errou mais nas expectativas em 2021?

Semanalmente, analistas do mercado financeiro realizam estimativas para os principais indicadores econômicos. As previsões são divulgadas toda segunda-feira, por meio do relatório Focus. Neste ano, entenda se o Banco Central acertou ou errou mais nas expectativas, segundo apurado pelo Valor Investe.

Relatório Focus: Banco Central acertou ou errou mais nas expectativas em 2021?
Relatório Focus: Banco Central acertou ou errou mais nas expectativas em 2021? (Imagem: Montagem/FDR)

O relatório Focus apresenta a mediana das projeções de variados agentes do mercado financeiro. As estimativas são para a atividade econômica, inflação, juros e câmbio. O Banco Central, por sua vez, realiza a compilação e divulgação dos dados.

Banco Central acertou ou errou mais nas expectativas do relatório Focus em 2021?

A comparação tem como base a última divulgação de 2020 com a última deste ano. Ao considerar a expectativa há um ano e a realidade atual, se observa uma grande diferença.

O último relatório Focus, em 31 de dezembro, previa que a inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), para o fim de 2021 seria de 3,32%. Já na estimativa divulgada nesta segunda-feira (27), a projeção é que a inflação deste ano seja de 10,02%.

Com relação direta com a inflação, a projeção para a taxa Selic também apresentou discrepância. No fim de 2020, os agentes financeiros estimavam que a taxa básica de juros encerrasse este ano em 3% ao ano. Contudo, a Selic atual está em 9,25% ao ano.

O Banco Central tem aumentado a taxa Selic, justamente, para controlar a inflação crescente no país. Ao aumentar os juros, os créditos e empréstimos se tornam mais caros. Com isso, há menos consumo — e os preços tendem a reduzir.

A previsão para o dólar também foi abaixo da estimativa atual. No encerramento de 2020, os economistas projetaram o real a R$ 5,00. Já no relatório Focus mais recente, os agentes preveem que a moeda fique em R$ 5,63 no fim deste ano.

Outro erro foi com relação ao Produto Interno Bruto (PIB). Neste caso, contudo, a situação presente está melhor do que o estimado pelo mercado financeiro no fim de 2020. Há um ano, a expectativa era que a atividade econômica elevasse 3,40%. Já a projeção mais recente para o fim de 2021 é de 4,51%.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.