Como vai funcionar o comprovante de vacinação contra COVID-19 para estrangeiros?

Governo federal passa a solicitar comprovante de vacinação contra a covid-19. Nesse domingo (12), o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, esteve em uma reunião com integrantes da Casa Civil no Palácio do Planalto para determinar como será a fiscalização da vacina para os viajantes.

Mesmo com o presidente Jair Bolsonaro se posicionando contra a obrigatoriedade da vacinação do novo coronavírus, o governo federal deverá adotar as medidas de fiscalização.

De acordo com fontes administrativas, até o fim desta semana será publicada uma portaria explicando como funcionará a cobrança da carteira de vacina para os estrangeiros.

Comprovante de vacinação

Até o momento ainda não se sabe os detalhes da operação, mas foi garantido que serão adotados protocolos de segurança. Cruz alegou que a decisão definitiva deve sair ao longo dos próximos dias, após reunião entre os ministros.

É válido ressaltar que na semana passada o governo tinha afirmado que não exigiria a carteira de vacinação para os estrangeiros, porém eles deveriam fazer uma quarentena de cinco dias. Depois de diversas críticas, a medida foi suspensa, sob a afirmativa de custar caro e atrasar a agenda dos visitantes.

Queda na base de dados do Ministério da Saúde

Após os pronunciamentos de Bolsonaro, afirmando que não iria por uma coleira nas pessoas e que defendia o direito de ir e vir, o sistema do Ministério da Saúde no conecte SUS ficou fora do ar. A plataforma funciona justamente como uma espécie de comprovante de vacinação.

Mensalmente os governos estaduais enviam os dados para o aplicativo do governo para que eles fiquem disponíveis para a população. Questionados sobre o sumiço dos comprovantes, o Ministério da Saúde diz que está “trabalhando em todas as frentes para que todos os brasileiros consigam viajar em segurança”.

O Ministério das Relações Exteriores enviará comunicado aos países que receberão voos oriundos do Brasil informando sobre a indisponibilidade temporária do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 em formato digital e que a Carteira Nacional de Vacinação no formato físico poderá ser um dos documentos utilizados para comprovação de imunização”, afirmou em nota.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.