São Paulo, Ceará e outros estados que já ativaram o pagamento do Vale gás

Pontos-chave
  • Com os aumentos consecutivos do botijão de gás de cozinha de 13kg estados tomam a inciativa e criam benefícios;
  • O programa é destinado às famílias em situação de vulnerabilidade social;
  • A inscrição para o programa ocorre de forma automática, conforme os dados presentes no CadÚnico;

Com os aumentos consecutivos do botijão de gás de cozinha de 13kg, estados tomam a inciativa e criam benefícios para ajudar a população mais carente a comprar o item. O vale gás já começou a ser pago em alguns lugares, como São Paulo e Ceará.

São Paulo, Ceará e outros estados que já ativaram o pagamento do Vale gás
São Paulo, Ceará e outros estados que já ativaram o pagamento do Vale gás (Imagem: montagem/FDR)

O governo sancionou o Vale gás, mas espera conseguir espaço no orçamento para começar a pagar o novo benefício. Diante disso, e em um cenário de pandemia e aumentos consecutivos do gás de cozinha, estados criaram seu próprio auxílio.

Vale gás Ceará

O benefício estadual foi sancionado pelo governador Camilo Santana (PT), em setembro. A iniciativa distribui, três vezes ao ano, o botijão de gás para as famílias beneficiárias do Cartão Mais Infância, inscritas no CadÚnico e atendidas pelo Bolsa Família ou que tenham jovens participantes do programa Superação.

O programa é destinado às famílias em situação de vulnerabilidade social que possuem uma renda per capita mensal de valor igual ou inferior a R$ 89,34. O terceiro lote do benefício começará a ser distribuído a partir do dia 15 de dezembro.

Os dois primeiros lotes foram distribuídos em abril e maio, respectivamente. A distribuição ocorre de forma escalonada, conforme o mês de nascimento dos beneficiários.

Os vouchers são entregues pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), após o processo de licitação da empresa. Os tickets são nominais e o repasse é de responsabilidade da gestão de cada município. Os cearenses podem conferir na Central 156, se foram beneficiados.

A inciativa é resultado de uma parceria entre o governo estadual do Ceará e a empresa Nacional Gás. O acordo garantiu o repasse de 500 mil botijões para famílias de baixa renda que residem no estado.

Vale gás São Paulo

O Vale Gás SP é destinado às famílias em situação de vulnerabilidade em comunidades e favelas. A estimativa é contemplar 100 mil famílias inscritas no CadÚnico, ficando de fora os que já recebem o Bolsa Família.

O programa irá pagar três parcelas de R$ 100 bimestrais, totalizando R$ 300,00. O Governo de São Paulo irá investir R$ 30 milhões, sendo que a iniciativa faz parte do Bolso do Povo, sendo o pagamento realizado por meio do cartão pré-pago.

A inscrição para o programa ocorre de forma automática, conforme os dados presentes no CadÚnico. A primeira e a segunda parcela do Vale Gás SP foram pagas nos meses de julho e setembro.

Vale gás Pará

O estado disponibiliza R$ 100 para ajudar na compra do item e contempla cerca de 100 mil famílias em situação de extrema pobreza inscritas no CadÚnico. O auxílio será pago em duas cotas, sendo que a primeira aconteceu no mês de outubro.

Vale gás em Tocantins

O benefício deve comtemplar 28 mil famílias em situação de pobreza por um período de três meses. O auxílio será distribuído diretamente nas revendedoras do gás de cozinha, que serão selecionadas por meio de licitação.

Preço do gás de cozinha

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nos últimos 12 meses, encerrados em outubro, o botijão aumentou 37,6%. A causa é o aumento de demanda no Hemisfério Norte devido ao inverno na região.

Diante disso, é esperado que o preço continue pressionado até março do próximo ano. Atualmente, o item está sendo vendido, em média, por R$ 102. Porém, há regiões brasileiras que o produto já é comercializado por R$ 135, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Vale gás nacional

O Vale gás foi sancionada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido). O novo benefício será pago bimestralmente e visa ajudar na compra do botijão de gás de cozinha de 13kg. Os contemplados irão receber uma ajuda financeira equivalente a 50% do valor do produto.

O Vale gás irá beneficiar as famílias em situação de vulnerabilidade social inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal. Esses precisam ter uma renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional (R$ 550).

Também serão aceitos os cidadãos ou famílias que tenham em sua composição pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A preferência são as famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

Diante de todos os critérios mencionados, a estimativa é atender até 19 milhões de famílias. Desse quantitativo, 14,6 milhões são inscritas no CadÚnico e recebem o Bolsa Família e 4,7 milhões que são contempladas pelo BPC.

O Vale gás será concedido por 5 anos e irá gerar uma despesa em torno de R$ 40 bilhões para a União. O benefício será repassado pela estrutura do Auxílio Brasil. Dessa maneira, a quantia deve ser depositada na conta Poupança Social Digital.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.