Black Friday: Apesar de crise, e-commerce deve faturar mais neste ano

A Black Friday 2021 deve fazer o faturamento do comércio eletrônico atingir R$6,1 bilhões, um aumento de 18% em comparação com o ano passado, de acordo com um estudo da Neotrust, do T.Group. O estudo considera as operações efetuadas entre a quinta, 25, e a sexta, 26. Saiba mais detalhes.

Neste ano, a Black Friday deve responder por 8,5 milhões de pedidos no e-commerce, um  crescimento de 13% em comparação com a edição passada. Em 2020, ela foi a melhor data para o comércio digital do Brasil e contou com a participação de 4,52 milhões de consumidores ativos e um incremento de cerca de 900 mil consumidores em comparação com 2020.

“Pode parecer difícil superar o recorde de 2020, mas o comportamento do varejo digital nos últimos meses mostra que o consumidor definitivamente gosta de comprar online e isso não deve mudar, mesmo com índices de vacinação crescendo e lojas físicas abertas,” disse Fabrício Dantas, CEO da Neotrust.

Segundo a empresa, o maior número de consumidores e pedidos devem ser os influenciadores de uma parcela desde crescimento. 

“O salto no número de pedidos e no faturamento do primeiro e segundo trimestre de 2021, quando comparamos os trimestres dos anos anteriores, faz com que o varejo tenha altas expectativas para esse fim de ano, ainda mais quando consideramos o ticket médio de outras datas e da Black Friday,” explicou.

Compras pela internet podem ser efetuadas por 59% dos consumidores 

Na Black Friday deste ano, 59% dos 2.248 consumidores consultados pela pesquisa da Neotrust, pretendem fazer compras pela internet. Ao serem perguntadas sobre a motivação principal de compra, 59% dos participantes afirmaram que querem aproveitar os descontos, já os outos 30% disseram ter interesse em um produto em especial.

Entre os consumidores que não tem intenção de adquirir produtos na edição deste ano, 63% deles dizem não enxergar vantagens na Black, 12% alegaram que não acham o produto que desejam adquirir, 11% reclamam do alto preço do frete e por fim, os ;últimos 14% alegam outros motivos.

A categoria de eletrônicos deve a procura deste ano para 49% dos consumidores que pretendem gastar dinheiro na Black Friday 2021.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.