Atenção, você ainda pode ter direito de receber o auxílio emergencial neste mês

O auxílio emergencial terminou oficialmente na última sexta-feira, 19, com os saques dos aniversariantes do mês de dezembro. Contudo, uma informação recente do Ministério da Cidadania indica que um lote extra poderá ser liberado ainda neste mês.

Atenção, você ainda pode ter direito de receber o auxílio emergencial neste mês
Atenção, você ainda pode ter direito de receber o auxílio emergencial neste mês. (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Os beneficiários foram selecionados a dedo, e são resultado das contestações referentes à análise mensal feita conforme prometido desde o início da última rodada em 2021.

Essas pessoas tiveram a sétima e última parcela do auxílio emergencial cancelada e, para conferir o direito à restituição, será necessário aguardar até o dia 30 de novembro para saber se o pagamento foi efetuado. 

Para isso, basta acessar a plataforma, Consulta Auxílio Emergencial, do Ministério da Cidadania, e preencher um formulário com as seguintes informações pessoais: nome completo, nome da mãe, número do CPF e data de nascimento. Em seguida, é preciso clicar no campo “Sou Humano”, para então enviar as imagens comprobatórias.

Por último, o cidadão será redirecionado a uma página onde poderá visualizar o estágio da contestação. A última parcela do auxílio emergencial foi paga aos beneficiários do Bolsa Família, desempregados, trabalhadores autônomos, Microempreendedores Individuais (MEI) e cidadãos de baixa renda inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.

Neste ano, o auxílio emergencial pagou sete parcelas em valores variáveis. Quem mora sozinho teve direito a receber R$ 150, já os representantes de grupos familiares ficaram com o valor médio de R$ 250. Por fim, a cota máxima foi destinada às mães solteiras chefes de famílias monoparentais. 

Para receber o auxílio emergencial não só nos últimos meses, mas no ano anterior, foi preciso comprovar uma renda mensal per capita de até meio salário mínimo, R$ 550, ou mensal familiar de até três salários mínimos R$ 3.300. Os valores mencionados foram pagos a todos os grupos relatados, sem exceção. 

Essa é a última esperança para milhões de beneficiários que não serão incluídos no Auxílio Brasil, novo programa de transferência de renda que substitui o Bolsa Família. A expectativa é para que, dos 25,1 milhões de brasileiros que receberam o auxílio emergencial este ano, 90% ficarão sem qualquer ajuda financeira de agora em diante.

Por outro lado, quem esta inscrito no Bolsa Família foi automaticamente incluído no programa, ou seja, 14,6 milhões de famílias terão o benefício garantido pelos próximos meses.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.