Maradólar: conheça a criptomoeda criada em homenagem a Maradona

Neste sábado (30), será lançado o maradólar, uma criptomoeda criada em homenagem ao jogador Diego Maradona. Essa nova moeda digital não será cotada em casas de câmbios virtuais. Por conta disso, o preço será estabelecido pelo mercado, baseado na oferta e demanda.

O site oficial do maradólar informa que serão aceitos até 100 mil usuários ativos. Para adquirir a moeda digital, não será preciso investir capital. A criptomoeda será baseada na rede Binance Smart Chain (BEP20). Esta plataforma centralizada possibiliza a comercialização de moedas distintas.

A moeda digital será distribuída por meio do processamento airdrop. Neste procedimento de distribuição de tokens, há a distribuição para quem tem uma criptomoeda pré-existente, como o bitcoin.

De acordo com os desenvolvedores, objetivo dessa criptomoeda é aproximar a economia informal da Argentina às criptomoedas. O país passa por dificuldades por conta da inflação.

No site do projeto, os desenvolvedores informam que desejam construir uma alternativa ao peso argentino. O intuito é de que o token possibilite a criação de uma comunidade — na qual a moeda digital adquira valor como meio de troca para negociação de serviços e produtos.

Os desenvolvedores consideram começar a liquidar a criptomoeda após alcançarem 100 mil usuários ativos.

Milhares de unidades do maradólar serão distribuídas gratuitamente no lançamento

No dia 30 de outubro, 10 mil moedas digitais serão doadas para 10 mil usuários cadastrados no site oficial. A contrapartida exigida é uma contribuição voluntária para que o projeto se desenvolva.

Isso pode acontecer por meio de consultoria para questões jurídicas, divulgação em redes sociais, produção de material educativo sobre criptoeconomia ou suporte técnico.

O lançamento da moeda digital acontecerá na mesma data em que seria celebrado o aniversário de 61 anos de Maradona.

Uruguai também possui iniciativa de criptomoeda

Segundo noticiado pelo Cointeleghaph Brasil, o Uruguai também possui uma iniciativa similar que tem ganhado a adesão da população local. O ñeripeso conta com uma comunidade de mais de 5 mil pessoas. O valor é determinado pelo grupo de usuários.

Essa moeda digital possui aceitação para venda e compra de produtos variados. O token é baseado na Binance Smart Chain. Ele não é conversível por outros criptoativos ou moedas fiat.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.