São Luís discute criação de auxílio emergencial para rodoviários

Em São Luís, rodoviários afirmam entrar em greve. Diante do cenário paralisação dos transportes públicos, a prefeitura municipal informou que irá criar um auxílio emergencial para a categoria. A proposta vem sendo debatida com o Sindicato dos Rodoviários e ao Sindicato das Empresas de Transporte (SET).

São Luís discute criação de auxílio emergencial para rodoviários (Imagem: FDR)
São Luís discute criação de auxílio emergencial para rodoviários (Imagem: FDR)

Após receber ameaças de greve, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), informou que irá criar um auxílio emergencial para os rodoviários. A medida tem como finalidade garantir que o cidadão possa ter uma passagem gratuita, injetando recursos no sistema de transporte.

Detalhes do auxílio rodoviário de São Luís

Pelo planejamento da prefeitura, o abono será destinado exclusivamente para a população que perdeu o emprego durante a pandemia do novo coronavírus. Com a liberação das tarifas, a gestão passará a contribuir para o sistema de transporte, injetando novos recursos.

“A pandemia mexeu com todos e é por isso que no início do ano nós criamos o auxílio emergencial para o setor cultural. É essa solução que nós propomos neste momento. Por que? Porque o primeiro caminho que foi apontado, foi o aumento do preço das passagens de ônibus e eu já me manifestei sobre esse assunto e não acho correto, neste momento em que as pessoas estão tentando retomar a economia, almejando buscar os empregos que foram perdidos durante a pandemia, ter que arcar agora com esse aumento. Quero aqui reafirmar que nós não teremos aumento nas passagens de ônibus”, disse o prefeito.

Ainda de acordo com Braide, o auxílio deverá substituir o reajuste da tarifa de ônibus.

“E qual é o caminho, qual a solução para que a gente encontre o auxílio da prefeitura em relação a essa relação entre trabalhadores e empresários? Da forma que eu disse: a Prefeitura de São Luís já se dispôs a apresentar um auxílio emergencial para o setor do transporte público. Isso foi colocado em todas as audiências”, afirmou.

Novos detalhes sobre a implementação e concessão da proposta deverão ser divulgados ao longo dos próximos dias. A medida deverá entrar no pacote de contenção dos impactos do novo coronavírus, custeada pela gestão local.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.