IPTU 2022: O que a Câmara de Vereadores decidiu sobre o imposto em São José?

Nesta quinta, 23, a Câmara de São José dos Campos, aprovou o projeto do Executivo que trata da revisão da Planta Genérica de Valores Imobiliários (PGV). Esta aprovacão pode elevar o preço do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em 2022.

IPTU 2022: O que a Câmara de Vereadores decidiu sobre o imposto em São José?
IPTU 2022: O que a Câmara de Vereadores decidiu sobre o imposto em São José? (Imagem: Charles de Moura/Divulgação)

A PGV integra o cálculo do valor do IPTU. De acordo com a gestão, é proposto um aumento médio de 14% no tributo. Porém, segundo cálculos realizados pela oposição com base no projeto, eles constaram que em casos escolhidos de forma aleatória, existiam situações em que o aumento no IPTU chega a 25%. 

A prefeitura alegou  que os moradores da cidade pagarão mais caro no imposto em 2022, pois “estudos apontaram ampla valorização dos imóveis na cidade, mas que para evitar um aumento abrupto do IPTU foi criado um redutor social para os imóveis residenciais e comerciais em área ZM-5”.

Como o cálculo é realizado

O tributo é calculado com base em quatro parâmetros: valor do metro quadrado do terreno, a depreciação do imóvel, o valor do metro quadrado de construção e a alíquota.

Por conta do aumento do valor do terreno e da construção, o valo venal do imóvel também cresce. O valor venal também é utilizado como base de cálculo para outros impostos, como ITBI e Laudêmio, impostos e taxas ligadas a transações de imóveis.

A prefeitura, além de ganhar uma maior arrecadação com o IPTU, o aumento do valor venal dos imóveis também trará aumento em outras arrecadações. No caso do metro quadrado da construção, além de aumentar, a prefeitura criou ainda novas faixas de padrão.

Como justificativa, a prefeitura afirmou que “a revisão dos valores do metro quadrado de terreno e de construção foi efetuada a partir de estudos técnicos e estatísticos utilizando-se a base dos valores dos imóveis transmitidos (mais de vinte e cinco mil operações), com o devido recolhimento do ITBI aos cofres municipais, sendo que foram utilizados dados dos últimos quatro anos”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA