Ministro do STF pede explicações sobre reabertura das isenções no ENEM 2021

A determinação do STF é que todos que têm direito à isenção no ENEM 2021, possam realizar a solicitação. No entanto, algumas entidades afirmam que o MEC não cumpriu totalmente a decisão.

Ministro do STF pede explicações sobre reabertura das inscrições no ENEM 2021
Ministro do STF pede explicações sobre reabertura das isenções no ENEM 2021 (Imagem/Montagem: FDR)

O ministro do STF, Dias Toffoli deu o prazo de 48 horas para o MEC apresentar informações sobre a reabertura dos pedidos de isenção para quem faltou no exame de 2020 e estava isento da taxa.

STF pede explicações sobre a isenção no ENEM 2021

O Exame Nacional do Ensino Médio de 2021 está com o período de isenção aberto até o próximo domingo, 26, isso depois uma decisão do Supremo Tribunal Federal, que votou favoravelmente o pedido feito por alguns partidos e entidades estudantis.

Agora, mais uma vez o STF teve que intervir e pedir explicações ao Ministério da Educação.

Essa decisão foi tomada após o partido Rede Sustentabilidade e a Educafro afirmarem ao Tribunal que a determinação não foi cumprida em sua totalidade.

O que fez o MEC, mais uma vez, foi restringir os candidatos destinatários da medida cautelar acima elencados, limitando-a, em manifesto desrespeito ao comando judicial, tão somente àqueles que receberam o benefício da isenção no ano de 20020, mas faltaram ao exame, em franco descumprimento ao v. acórdão proferido. Por conta disso, é imensurável a quantidade de pessoas que serão mantidas excluídas e não poderão requerer a isenção. Esses estudantes não podem ser prejudicados, pois a r. decisão proferida os acolheu”, afirmam no texto enviado ao STF.

Pela determinação do STF todos os estudantes que estavam isentos no ENEM 2020 e não compareceram ao exame deveriam ter direito a isenção nesse ano.

No entanto, o que o partido e a entidade afirmam é que o Governo Federal criou algumas regras.

Assim, os estudantes deveriam estar inseridos em um dos seguintes grupos para ter a isenção:

  • Estudantes da última série do Ensino Médio neste ano, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública;
  • Quem já concluiu os estudos de nível básico (médio) e o fez em rede pública ou como bolsista na rede particular e que tenham renda familiar igual ou menor que um salário mínimo e meio por pessoa;
  • Todos os estudantes que declaram situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser integrante de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA