Dataprev libera consulta dos aprovados nas próximas parcelas do auxílio emergencial

Os beneficiários do programa auxílio emergencial vão poder realizar a consulta no Dataprev para saber se foram aprovados nas próximas parcelas de pagamento.

Dataprev libera consulta dos aprovados nas próximas parcelas do auxílio emergencial
Dataprev libera consulta dos aprovados nas próximas parcelas do auxílio emergencial (Imagem: Reprodução/Dataprev)

Uma nova rodada do auxílio vai começar a ser paga e com ela começa também o período de revisão e contestação dos cadastros. A Dataprev vai liberar o portal de consulta para que a população possa conferir se será beneficiada. O procedimento deve ser feito pela internet e exige a identificação do titular.

Como consultar?

Para saber se vai receber o pagamento, é necessário acessar o portal consultaauxilio.dataprev.gov.br e informar número do CPF, nome completo e data de nascimento. Feito isso, clique na aba ‘não sou um robô’ e confirme a análise.

Após isso, é preciso aguardar o carregamento da página para receber o informativo de pagamento ou de que os dados não constam no sistema público. 

O que fazer caso não tenha sido incluído na prorrogação do auxílio emergencial

Quem teve o auxílio emergencial negado em 2021, possuía até o dia 3 de julho para realizar a solicitação de revisão do benefício.

Porém, entre várias reclamações sobre o sistema que estava fora do ar, muita gente não conseguiu pedir a correção. Quem perdeu o prazo para contestar o auxílio emergencial precisará aguardar a abertura de um novo período.

Isso porque, o governo faz mensalmente um pente fino do benefício, que é verificado pela Dataprev a fim de analisar eventuais inconsistências ou irregularidades no pagamento do benefício.

Ainda não há informações divulgadas até o momento de quando será aberta a nova data de contestação do benefício.

Qual o valor pago pelo auxílio emergencial 2021?

O valor do benefício varia segundo a composição da família. Caso tenha apenas um membro, o benefício é de R$150 por mês; com mais de uma pessoa, a família passa a receber o valor de R$250.

Famílias que são chefiadas por mulher sem cônjuge ou companheiro, com pelo menos uma pessoa maior de idade, o valor é de R$375.

Quem será excluído do pagamento?

  • Cidadão contratado com carteira assinada enquanto recebe o benefício;
  • Cidadãos que recebem o seguro desemprego, benefícios previdenciários ou assistenciais do Governo Federal;
  • Morte do beneficiário;
  • Recebimento de pensão;
  • Prisão do beneficiário; e
  • Militares ou requerentes de classe média.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.